sexta-feira, 31 de dezembro de 2021

UFPE reitera sua posição em defesa da autonomia universitária e da vacinação da população contra a covid-19

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) dispõe de autonomia universitária para adoção de políticas institucionais de proteção da vida da sua comunidade universitária, nos termos do artigo 207 da Constituição Federal de 1988. A autonomia das universidades é matéria já pacificada em diversas decisões do Supremo Tribunal Federal, que autoriza as universidades a disciplinarem o retorno seguro às atividades presenciais de ensino, pesquisa, extensão e administrativas. Neste sentido, a Gestão Central da UFPE entende ser desnecessário o despacho ministerial que tenta intervir nas decisões autônomas das universidades no que concerne à gestão administrativa e acadêmica.

A UFPE tem, desde o primeiro momento, se posicionado e envidado esforços pela vacinação da população, com o compromisso e a defesa de evidências científicas no enfrentamento à emergência em saúde causada pela covid-19. Ultrafreezers, câmaras frias e salas de vacinação foram colocadas à disposição das autoridades sanitárias, bem como a promoção da capacitação de profissionais para atuação na imunização, para além da rede de profissionais especializados em saúde da própria universidade nas campanhas que fossem necessárias.

Vale ressaltar que a Universidade defendeu e defende publicamente a adoção de medidas coordenadas das esferas governamentais para a ampliação da campanha da vacinação contra a covid-19 de forma mais célere, alcançando públicos prioritários em fila de espera.

Consoante sua responsabilidade e função social, a UFPE tem realizado estudos para o desenvolvimento de estratégias vacinais contra a covid-19, integrando também o Comitê Técnico Estadual de Acompanhamento da Vacinação para auxiliar o governo na tomada de decisões.

Em parceria com as prefeituras, organizou espaços institucionais para vacinação da população em geral, incluindo drive thru permanente no Campus Recife, fazendo coro em debates com parlamentares e sindicatos sobre a importância da vacinação para o setor educacional nos planos de imunização.

Como decisão de seu Conselho Superior (Consuni), a UFPE requisitou a cópia do cartão de vacinação/declaração aos seus servidores, com encaminhamento junto às chefias e à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida.

Atualmente, a UFPE está com questionário aberto para levantamento de informações sobre a vacinação de seus estudantes da graduação. Estas ações estão em sintonia com as discussões do Grupo de Trabalho de Enfrentamento à Covid da UFPE, que subsidia a instituição acerca de diretrizes relacionadas à biossegurança no planejamento e na execução de ações no tocante ao ensino, extensão, pesquisa, assistência em saúde e atividades administrativas.

Em breve, o levantamento da cobertura vacinal será expandido para estudantes da pós-graduação, de modo a contribuir com medidas institucionais que sejam necessárias no combate à covid-19 e na proteção da saúde da sua comunidade e da população.

A Gestão Central da UFPE, imbuída do papel da produção e socialização do conhecimento da educação superior pública, reafirma que continuará a serviço da cooperação e solidariedade na manutenção do pacto em defesa da vida, implantando medidas respaldadas na Ciência.

A UFPE informa à sociedade pernambucana que apresentou às autoridades sanitárias locais a disponibilidade para sediar um dos Centros de Vacinação para crianças de 5 a 11 anos, reiterando seu compromisso com a saúde pública e com a vida de nossa população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prêmio Lucilo Ávila Pessoa de Educação premiará experiência pedagógica criativa

Parte da programação do XVIII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, premiação está com inscrições abertas Com o objetivo de amp...