segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

Adeus


Uzzae Canuto 

Estrelas lá em cima no céu

Flores cá embaixo na Terra

Eu vejo Deus,

Lá em cima, nas estrelas,

Cá embaixo,

Deus, cuida de mim,

No pó, onde espero por Ele


Naquela tarde

bem pertinho

daquela noite toda solidão, 

eu olhei no sentido de minha terra

e as lágrimas,

que molharam o pó dos meus pés

disseram - ADEUS.

Adeus, montanhas da minha terra

Adeus, regatos de minha terra.

Adeus, braços

Que me foram sombras protetora

Adeus mãos que me fizeram

estas chagas que ainda hoje sangram...

Eu disse adeus

- Era minha alma que se sublimava

em saudade e se derramava

nestas 5 letras - ADEUS.


Se abraço se dá ao longe

E beijo no coração

Eu vos abraço queridos,

Sou amigo, sou irmão.


De longe também se ama,

De perto, ama-se mais

Estarei sempre ao teu lado

Ir embora: nunca mais.

Teresina | Piauí | 29 de Fevereiro de 1984

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Em 1935 Lampião leva pânico aos moradores de Garanhuns

Noites de inquietação e pavor de 26 de maio  a 1º de junho, em Garanhuns, com as notícias de Lampião nas proximidades. De fato, no dia 29 de...