sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

História de Cupira

O casal Antônio Vieira de Melo "Brazida Maria de São José", herdeiro do capitão Antônio Vieira de Melo, vendeu o Sítio "Olho d'água das Cupiras", a José Bernardo de Castro, em 6 de Setembro de 1779, cujos limites bem comprovam ser ele o mesmo Sítio que, pouco mais  ou menos, um século depois, veio nas suas terras se formar a Povoação que foi posteriormente, elevada a categoria de cidade como sede do seu Município criado em 29 de Dezembro de 1953, desmembrado do Município das Panelas.

A cidade de Cupira, onde se realiza semanalmente uma das maiores e mais movimentadas feiras do Estado, vai, como a de Lajedo, com seu progresso tão acelerado que a torna capaz de com alguns, se equiparar ao de qualquer das grandes cidades interioras de Pernambuco. (Alfredo Leite Cavalcanti (foto) / História de Garanhuns / Volume II / Fevereiro de 1973).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...