sábado, 22 de janeiro de 2022

História de Garanhuns

Eurico Pontes Lira  - Nasceu em Alagoas, recém-formado chega em 1930 à cidade do Clima Maravilhoso. É mais um Lira que vem ingressar na colônia alagoana na terra de Simôa Gomes. Senão o primeiro alagoano - Bernardes Junior já andara por aqui, porém um dos primeiros Lira, nos idos de Primeira Guerra Mundial, deixando a Terra dos Marechais, tem-se Mário Sarmento Pereira de Lira, seguido pelos irmãos, Antônio, Osmário, Paulo, depois Morse e outros familiares matriculados no Ginásio Martins Júnior, Santa Sofia, ou sejam: Nelson Lira, químico industrial, servidor do Ministério da  Agricultura, Israel Lira, engenheiro agrônomo e o médico Eurico Lira. E chegando mais tarde - o cirurgião dentista Flávio Lira.

Iniciando as suas atividades profissionais, no seu novo lar, Eurico consegue o posto de Tenente no Exército, pois médico e compartilhando da "Coluna Louca", seguiu até Salvador, Bahia, voltando engalanado com uma estreita no ombro, sem que para isso necessitasse atender a "feridos e mortos". 

Eurico Lia casou-se com uma garanhuense, - Lilia Brasileiro Viana, tendo o casal dois filhos, sendo um médico ortopedista - o Dr. Paulo Lira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adelmo Arcoverde lança o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”

O professor pernambucano Adelmo Arcoverde lança, quinta-feira (26), às 16h, o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”, ...