quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

História de Garanhuns

Associação Garanhuense de Atletismo (AGA) - Assumindo a presidência  da Associação Garanhuense de Atletismo (AGA) em caráter interino, vez que, o Capitão Silvestre encontrava-se no Sul do País fazendo curso de aperfeiçoamento, Abimael de Oliveira Santos, Bia, realizou um grande trabalho pelo engrandecimento da AGA. No setor social,   Abimael  fez realizar no dia 30 de maio de 1977, uma animadíssima noite com o Conjunto "The Brothers". No dia 14 de maio foi realizado monumental baile para apresentar, não só a candidata de Garanhuns ao Miss Pernambuco, bem como de outras cidades vizinhas. Essa festa foi intitulada de "Encontro com as Miss", e direto da  Bahia o conjunto "Matéria Prima", animou a festa, um dos mais famosos da Boa Terra.

O "Baile das Rosas" uma das maiores promoções da AGA, aconteceu no dia 28 de maio e todos dançaram ao som do conjunto "Os Nobres" da cidade de Maraial.

Abimael prometeu ainda para os associados, ainda na sua gestão a inauguração da Sauna. Quanto a parte concernente aos esportes, Abimael manifestou viva esperança no quadro da AGA, que está crescendo, e, com um pouco mais de sorte deverá chegar lá. Outro setor que se tempo houver deverá ser atacado por Abimael é o Parque Infantil. O play-gound recebeu melhoramentos e a implantação de novos brinquedos. O restaurante sob nova administração  correspondeu  plenamente aos seus frequentadores.

Quem estava à frente do Restaurante da AGA, era o dedicado Vardo, gente muito gente que a gente conhece e que gosta da gente.

GERSON DE SOUZA EMERY

Gerson de Souza Emery, "Seu Gerson" como era mais conhecido nas classes sociais, comerciais e desportivas, chegou à Garanhuns nos idos de 1930, vindo da cidade de Palmares, Pernambuco onde nasceu.

Em Garanhuns ingressou nas fileiras do Comércio Futebol Clube por tratar-se de um excelente atleta, sendo depois um dos seus dirigentes. Trabalhou na firma comercial que tinha como titular o Sr. Abdias Branco. Foi sócio fundador do Rotary Club de Garanhuns, presidente por várias vezes da Associação Garanhuense de Atletismo (AGA), tanto da diretoria como do Conselho Deliberativo, clube esse que muito deve ao ilustre  pela sua grande atuação juntamente com Antônio Pereira e tantos outros abnegados agueanos, que evitaram  o clube fosse acionado pelo Governo do Estado, por débitos oriundos com a construção de sua sede social.

Quem muito deve também, a Gerson Emery, é a própria cidade de Garanhuns, pois ele juntamente com José Maria Dourado "Dr. Pipe Dourado", levaram à frente a grande obra de construção do aprazível bairro de Heliópolis, com modernas construções residenciais, cinema e setor comercial. Era casado com a senhora Eurídice Maia Emery, chamada carinhosamente pelos familiares e amigos por "Dona Bibi".

ESTÁDIO GERSON EMERY

O Estádio Gerson Emery foi inaugurado em setembro de 1955 e desde aquele momento tornou-se o maior ponto de apoio ao Clube e palco das mais brilhantes conquistas desde então.

Em 1979, ano do "Centenário de Garanhuns", foram colocados os refletores no seu Estádio, já denominado na época de Gerson Emery (numa justa homenagem a um dos mais brilhantes Presidentes que já passaram pelo clube). A ocasião foi marcada inclusive com uma partida de futebol sendo o adversário o Sport Club do Recife.

O Estádio Gerson Emery tem capacidade de público estimada para 5.000 (cinco mil) expectadores, distribuídos nas sociais, arquibancadas e geral.

O Sr. Gerson de Souza Emery, faleceu em fevereiro de 1981, em Garanhuns. 

LAÉRCIO PEIXOTO MELO

Laércio Peixoto de Melo, nasceu em Garanhuns, bairro do Magano, em 31 de agosto de 1938,  filho do Sr. Olíbio Gomes e da Senhora Maria Peixoto Santos Rocha.

Laércio foi Cabo do Exército Brasileiro no 14º RI em Recife. Em Garanhuns prestou vestibular para Matemática. Foi professor e vice-diretor do Colégio Municipal Padre Agobar Valença, onde lecionava matemática para os cursos de técnico em contabilidade e magistério.

Foi diretor de recursos humanos na secretária de administração da prefeitura de Garanhuns, diretor das escolas Julião Capitó Filho, no Sítio Cruz e da Escola Manoel Correia Evangelista, no distrito de Iratama.

Por 16 anos foi presidente da Liga Desportiva de Garanhuns (LDG), técnico do futebol Amador e Profissional, sem nenhuma remuneração da Associação Garanhuense de Atletismo (AGA), sendo tetracampeão do Interior como técnico da AGA. 


Equipe da AGA Pentacampeã de Garanhuns em 1974 - Em pé: Laércio Peixoto (treinador), Geraldão, Pinhães, Ivan, Orlando, Zezé e Adeildo. Agachados: João, Nelson, Romildo, Vavá e Dezuito

Jogou no Cruzeiro e no Sete de Setembro. Treinou os clubes Correntina, Cruzeiro, Santa Cruz de Quipapá, AGA, Sete de Setembro e Seleção de Garanhuns. Foi Supervisor de Futebol do Sete de Setembro e da AGA. Foi  Hexa campeão pelo Sete de Setembro e pela AGA, tricampeão do interior com a AGA, campeão pernambucano da segunda divisão pelo Sete de Setembro em 1995 e campeão pernambucano pela AGA em 2000.

Laércio Peixoto de Melo prestou relevantes serviços ao futebol de Pernambuco. Um ser humano de inegável valor. Ajudou várias instituições de caridade. Homem simples de grande coração. Foi muito querido  no meio futebolístico pernambucano. 

Fotos: (1) - Abimael Santos (2) - Laércio Peixoto de Melo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...