domingo, 16 de janeiro de 2022

História de Garanhuns

DEUSDEDIT MAIA - Morava num chalet junto à Mercearia Avenida. Casado em primeiras  núpcias com Anunciada Branco, tiveram um filho - Douglas, que, apesar de ser o mais moço, fazia parte do nosso grupo. Entusiasta da arte cênica, compartilhava com o primo Luís Maia, nos projetos de fazer teatro. Faleceu muito jovem. Em segundas núpcias, desposou Onébia Gonçalves. Chefe do setor comercial do Armazém do seu genitor, tornou-se depois, comerciante, estabelecido com a Mercearia "Estrela Polar", na rua Santo Antônio nº 143. Político, por várias vezes, eleito Vereador Municipal, atuando, com eficiência na fiscalização do dinheiro público,  e defensor intransigente dos interesses da comunidades que representava e, por isso, respeitado por seus pares. Sportmem, do Comércio Sport Club, trilhava nos gramados, como elemento de defesa (beque). Participou de diretorias de associações esportivas e sociais, inclusive da AGA. Durante algum tempo negociou em  São Pedro da Matinha onde possuía uma fazenda de gado leiteiro. Mudando-se, para Recife, com os familiares, ainda continuou no seu ramo preferido - pecuária leiteira, mantendo uma vacaria no bairro de Beberibe. (Fonte: Os Aldeões de Garanhuns - Alberto da Silva Rêgo  - 1987).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Empresas reduzem embalagens e qualidade para repassar custos

Por Daniel Mello Cada vez mais empresas estão recorrendo à redução do tamanho das embalagens e à mudança na composição dos produtos para rep...