quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

História de Garanhuns

Mons. Tarcísio Falcão (foto) nasceu em 07 de outubro de 1907 na cidade de Panelas - PE, tendo feito o curso secundário no Colégio Diocesano de Garanhuns. A sua Ordenação Sacerdotal foi realizada em 03 de dezembro de 1933, na Matriz do Senhor Bom Jesus dos Remédios, Panelas - PE.

O Mons. Tarcísio Falcão em vida, foi um baluarte da Igreja Católica, sendo professor de vários educandários de Garanhuns, inclusive do Diocesano, onde exerceu o cargo de vice-diretor, Santa Sofia, Industrial, Arraial (hoje Colégio Mons. Adelmar da Mota Valença), Jerônimo Gueiros e no Seminário São José.

Foi o primeiro vigário da paróquia de Santa Terezinha (Magano), exercendo este cargo também em Catende, Belém da Maria, Lajedo e Jupi.

Em todos esses altos cargos da Igreja, demonstrou o respeito, a luta evangélica e o bem estar de seus paroquianos.

A sua ordenação sacerdotal foi no tempo do bispo, Dom Manoel de Paiva. Foi nesse governo episcopal auxiliar do monsenhor José de Anchieta Callou e mais tarde, seria Vigário Geral da Diocese, Pároco da Catedral, Vigário Capitular.

O bispo Dom Thiago Postma, o designou novamente para Vigário Geral até o ano de 1987. Durante 18 anos foi capelão do Colégio Mons. Adelmar Valença.

O Mons. Tarcísio Falcão teve sua ação evangélica e como pastor de almas ao lado dos bispos Dom Manoel de Paiva, Dom Juvêncio de Brito, que permitiu a viagem do grande prelado a Roma no ano Jubilar em 1950 "proclamado pelo papa Pio XII". É bom salientar que seguiram em companhia de Mons. Tarcísio, o Mons. Anchieta Callou, padre Edgar Carício, a professora Lourdes Brasileiro e Arlinda Valença. Esse grupo católico visitou na oportunidade, as quatro basílicas  maiores de Roma, os Santuário de Fátima, Lourdes, Lisicux e a basílica  de Nossa Senhora do Rosário de Pompeia, onde o Mons. Tarcísio celebrou missa no altar "privilegiado da Virgem, minha celestial Padroeira "no dizer" do padre Tarcísio como era sempre chamado. 

Monsenhor Tarcísio foi durante muitos anos o guia espiritual do 71º BI Mtz, tendo por isto sido agraciado com a alta distinção do Exército: A Medalha do Pacificador. Possuía o Título de Cidadão de Garanhuns, medalhas de ouro (Governos de Nilo Coelho e Ivo Amaral (Centenário da Cidade de Garanhuns - 04 de fevereiro de 1979).

Mons. Tarcísio Falcão foi um timoneiro seguro da educação, um jornalista de primeira linha. Faleceu em 28 de janeiro de 1994.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Concurso Câmara de Camaçari – BA com 50 vagas

O edital nº 01/2022 do aguardado concurso Câmara de Camaçari, no estado da Bahia, foi publicado e vai passar pela primeira retificação. De a...