sábado, 22 de janeiro de 2022

História do Colégio Diocesano de Garanhuns

As Anedotas do Monsenhor Adelmar da Mota Valença  (O Feireiro e o Peru) - Saindo do colégio, passando pela feira, dez alunos dos mais adiantados, quase todos barbudos, combinaram-se para pregar uma peça num fereiro despachado e falado que, a cada instante, gritava: "Olha o peru barato e gordo!". Ficariam numa esquina e de cinco em cinco minutos sairia um, mostrando-se interessado em comprar o peru, mas como se ele  fosse uma perua. "Quanto está pedindo pela perua?", perguntou o primeiro. "Perua não, seu moço, é um peru!", respondeu o feireiro. Vinha então a  discussão: "É perua, não é perua, é peru!". Saía aquele, vinha o segundo e  fazia a mesma pergunta. A resposta também era a  mesma. Nova discussão. Vinha o terceiro: igual pergunta, resposta igual, nova discussão. Lá pela  passagem do sétimo  estudante, já a discussão não tinha o mesmo entusiasmo; parecia que o fereiro já duvidava de alguma coisa. E, assim, depois de passar o último estudante, ficaram eles reunidos um pouco por  trás do homem, mas sem serem vistos por ele. Comprariam o peru, gratificariam o vendedor e lhe pediriam desculpas. É quando, contendo o riso, viram o pobre homem levantar-se, pegar o peru pelos pés, elevá-lo até a altura da cabeça e, olhando por baixo dele, dizer, quase num soluço: "Modo que esse peste é uma perua mesmo!".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...