quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Histórico da Associação dos Ex-alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns


A Associação dos Ex-alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns, foi fundada em 12 de outubro de 1949, e tem por finalidade unir todos os ex-alunos do Colégio Diocesano.

O principal objetivo da associação tem sido cumprido ao longo dos anos, que  é congregar os ex-alunos reavivando a chama de amor pelo Gigante da Praça da Bandeira. A cada dia 12 de outubro, durante as comemorações do aniversário do Colégio, todos convergem para o Ginásio Amigo, e com a mesma emoção de quando era aluno, sob a escadaria, fazendo o sinal da cruz diante do quadro de São José, o Padroeiro do Colégio.


Pessoas de todos os lugares. Homens de todas as camadas sociais e de todas as colações políticas. Homens simples, pintores, pedreiros, médicos, engenheiros, professores, funcionários de lojas, radialistas, deputados, prefeitos, vereadores, etc., todos sem preconceitos, confraternizam-se porque acima de qualquer coisa, todos são ex-alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns. 

Presidentes do ano de 1949 à 1987:

1949 a 1956 - Mons. Tarcísio Falcão (7 mandatos)

1956 a 1957 - Dr. Valderedo Veras

1957 a 1959 - Mauro Souza Lima (2 mandatos)

1959 a 1961 - Ivaldo Dourado (2 mandatos)

1961 a 1962 - Valter Araújo

1962 a 1963 - Antonio Miranda de Lima

1963 a 1965 - Edson Monteiro

1965 a 1966 - Asnar Valença

1966 a 1967 - Leopoldino Cardoso

1967 a 1968 - Ivaldo Dourado

1968 a 1969 - Edson Monteiro

1969 a 1970 - José Cordeiro

1970 a 1971 - Fernando Pires

1971 a 1972 - Pedro Ribeiro

1972 a 1973 - Francisco Ribeiro

1973 a 1974 - José Alberto Lima

1974 a 1975 - Paulo Barbosa

1975 a 1976 -  Pedro Maia Filho

1976 a 1977 - Emanuel Tenório

1977 a 1978 - Asnar Valença

1978 a 1979 - Ivo Tinô do Amaral

1979 a 1980 - Marcílio Reinaux

1980 a 1982 - Antonio Miranda de Lima (2 mandatos)

1982 a 1983 - Erasmo Soares de Moura

1982 a 1984 - Adécio Tenório

1984 a 1985 - Manuel Evandro dos Santos 

1985 a 1986 - José Gomes

1986 a 1987 - Marcelo Moura

Presidente Perpétuo - Mons. Adelmar da Mota Valença

Discurso proferido pelo prefeito Ivo Tinô do Amaral, quando de sua posse na Associação dos Ex-Alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns, como presidente.

"Profundamente desvanecido pela honra de participar desta solenidade e, de mais ainda haver sido escolhido Presidente da Associação dos Ex-Alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns, sinto-me com aquela satisfação própria dos agraciados. A Presidência da Associação é um galardão que  o homem trás consigo no âmago do seu coração para ostentar aos quatro cantos do mundo e dizer alto e bom som que não foi indócil aos sábios  ensinamentos ministrados nesta Casa, onde a ciência e a fé formam constantes na vida de cada um símbolo de uma sintonia entre corações fraternos e inteligências abertas que se  irmanaram em torno do que se aprendeu, nesta Casa, de tantas e gloriosas tradições.

Se grande é a honra  de ocupar a presidência de uma entidade desse porte, maior é a responsabilidade que agora tenho sobre os meus ombros. Não fujo a responsabilidade. Aqui aprendi a enfrentar os óbices que a vida porventura nos apresenta. Aqui aprendi cair de joelhos para agradecer a Deus os momentos de alegria quando os homens nos aplaudem, nos apoiam, nos prestigiam, aqui também aprendi a cair de joelhos para agradecer a Deus as adversidades e os obstáculos que se apresentam. Aqui aprendi a não esmorecer na luta e aqui aprendi o quanto vale a fraternidade entre os homens. Aqui sonhei um dia ingressar na vida pública, sonho de menino pobre,  extrapolando a dimensão da sociedade na época, mas quem não se encoraja para enfrentar a vida, através de múltiplas atividades, quando se tem um guia, uma bússola, um farol a nos orientar, qual roteiro em busca de um ideal e de uma vida em prol da comunidade, em consonância com a Verdade. A mensagem transmitida pelo Colégio Diocesano, através de mestres abnegados e pelo exemplo edificando do Mons. Adelmar da Mota Valença atinge-nos em cheio, ultrapassa o material e vem calar profundamente no mais íntimo do nosso ser. Felizes os que passam pelos bancos escolares desta casa. Quando não conseguem se encaminhar na vida para uma universidade, qual sementeira viva, deixaram receber a boa semente, que plantada, germinou;  frutificou e produziu frutos opimos.

A Associação deve permanecer sendo um elo entre o passado e o presente  ao futuro. Muitos ex-colegas nossos que por aqui passaram, e que hoje pertencem aos quadros da Associação, já começam a luzir no cenário brasileiro seja no jornalismo, nas finanças, na economia, na política, no sacerdócio, no magistério, na administração, nas atividades agropecuárias e que se apresentam como partícipes e construtores da grandeza nacional, outros, sem láureas de espécie alguma, apresentam-se como modelos vivos de honradez, fazendo jus às prédicas do Mons. Adelmar da Mota Valença, ele próprio, modelo de virtudes que o tornam Guia Moral e Espiritual dos seus alunos e ex-alunos.

A Associação deve conservar esta chama sempre acesa. No presente, pelo cultivo das virtualidades que fazem dos homens a razão de ser das suas existências. O trabalho construtivo, a fidelidade à comunidade e a preocupação para  ser o melhor a fim de que o melhor seja feito em benefício de outros.

Sou muito grato ao gesto dos meus colegas ex-alunos que me fizeram Presidente dessa Associação. Ao Prefeito do Centenário por ser ex-aluno. É uma satisfação para mim receber esta homenagem partida de forma espontânea e fraterna com uma atenção toda especial à minha fidelidade ao Colégio Diocesano e um estímulo para continuar lutando pela grandeza de Garanhuns. O gesto muito me sensibilizou e, com a graça de Deus, espero não desmerecer à confiança dos ex-alunos deste Colégio, modelar estabelecimento de ensino, cujo Diretor um exemplo edificante para as gerações vindouras e presentes. Muito obrigado".

Ivo Tinô do Amaral - Prefeito do Centenário de Garanhuns

Fotos: (1) - Ivo Amaral faz discurso durante posse como Presidente da Associação dos Ex-alunos em 1978 - Entre ele: Asnar Valença, Mons. Adelmar da Mota Valença e Antonio Miranda de Lima.  (2) - Antonio Miranda de Lima desfilando como Presidente da Associação dos Ex-alunos,  início dos anos 1980.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivo Amaral - O Senhor do Festival

Ao completar 88 anos Ivo Amaral continua sendo uma das maiores referências política e cidadã do  Agreste Meridional. Sim, se Garanhuns compo...