sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Jesus Campelo - O poeta que se apaixonou por Garanhuns

Osman Holanda*

Jesus Campelo confessa que sua paixão por Garanhuns nasceu no ano de 1968, quando se hospedou pela primeira vez no Sanatório Tavares Correia e, numa bela manhã, pôde sentir a beleza, o aroma das flores e o clima agradável desta terra maravilhosa.

Nasceu em Belo Jardim, Pernambuco, e guarda de sua infância, entre outras belas recordações, a lembrança do seu querido pai, Otávio de Barros Campelo, homem severo, avesso a devaneios, mas persistente no trabalho, que tinha um só credo religioso fidelidade extrema à pontualidade ao dever cotidiano, e de sua mãe, Izaura de Oliveira Cintra que era portadora de um temperamento suave e angélico, de coração sentimental, muito modesta, que se dedicou de corpo e alma aos filhos a aos afazeres domésticos.

Considera-se um homem vitorioso e muito feliz. Na sua juventude lutou bravamente para conseguir as vitórias que lhe proporcionaram uma existência plena de realizações. O desejo de vencer sempre foi um companheiro inseparável em sua vida. Certa vez, ainda  na época de estudante em Recife, numa tarde/noite ao assistir o pôr-do-sol, na sacada da Escola Técnica de Comércio, meditando sobre o seu futuro escreveu este poema:

A tarde é quente. O céu empalidece!

Sozinho, contemplo a paisagem linda!

Aquela luz vermelha que desaparece,

É o sol que se despede da labuta finda.


E, eu comparo a noite ao meu futuro.

Negra, esquisita, porém mui calma.

E, através da escuridão imensa,

Encontro um lenitivo para minh'alma.


Quantas vitórias contarei mais tarde?

Serão debaldes os sacrifícios meus?

Lutarei sempre, não serei covarde.


Pois, se algum dia sentir no peito, a glória,

Saberei agradecer ao meu bom Deus,

E, ver escrito em ouro, uma página de minha história.

A sua carreira profissional está pontilhada de várias atuações como executivo em importantes Empresas, destacando-se a atuação na Companhia de Serviços Elétricos do Rio Grande do Norte - COSERN, onde prestou sua colaboração desde 1969, culminando com sua ascensão à presidência em 18 de maio de 1973.

O livro intitulado "Faça-se a Luz", do escritor norteriograndense, Veríssimo de Melo, mostra, com destaque, a sua brilhante atuação naquela empresa.

Ainda, em Natal, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade e ao Estado, recebeu o título honorário da cidadão natalense e, como destaca o jornal Diário de Natal de 13 de dezembro de 1973, foi considerado personalidade do ano e é agraciado, com a medalha de ouro do "Mérito Câmara Cascudo", conforme noticia do jornal Diário de Natal de 18 de outubro deste mesmo anos:

PERSONALIDADE DO ANO

O Mérito "Câmara Cascudo" foi conferido ao Dr. Jesus de Oliveira Campelo, levando em conta os seus serviços por ele prestado à comunidade, e num prêmio ao seu esforço, trabalho e inteligência. A outorga ocorreu na Reitoria da Universidade Federal, presente as mais altas autoridades civis e militares, na abertura da Festa Brasileira das Personalidades.

O Dr. Jesus de Oliveira Campelo é Diretor-Presidente da Companhia de  Serviços Elétricos do Rio Grande do Norte CONSERN, pernambucano de Belo Jardim, porém natalense honorário por Lei e de coração, por concessão dos poderes legislativo e, executivo da capital.

Desde 1968 que reside nesta cidade, tendo esposa e filhos natalenses. É um homem de larga visão administrativa e  de considerável nível de cultura social. Bacharel em Administração de Empresas, portador de vários cursos de economia e finanças, no âmbito local, regional e nacional, membro da Delegação Brasileira junto à V Conferência Latino Americana de  Eletrificação Rural em Bogotá e antes de tudo isto uma vida dedicada ao  serviço desinteressado da comunidade, isto é, em condições honorárias colaborando e ajudando o seu semelhante. Daí ter sido eleito presidente do clube de serviço e presidente de Divisão de Lions Internacional. O estado inteiro apoio a sua eleição para o Mérito Câmara Cascudo.

Como presidente do Instituto de Orientação às Cooperativas Habitacionais INOCOOP - Guararapes, participou da construção do conjunto residencial Nilo Coelho, financiado pela Caixa Econômica, localizado no bairro do Magano, nesta cidade.

Desde o ano de 1994 reside em Garanhuns, cidade escolhida para residir definitivamente, formando com sua esposa Ires, um casal feliz. Segundo relata, o clima maravilhoso desta cidade fez desabrochar o desejo de transmitir através de seus poemas e de suas crônicas, os conhecimentos e a experiência adquiridas ao longo de sua vida.

É membro da Loja Maçônica Mensageiros do Bem e do Lions Clube de Garanhuns. 

Gosta de ler bons livros - principalmente os que enriquecem sua natureza espiritual e de escrever crônicas. Na Academia de Letras de Garanhuns defende a cadeira do saudoso escritor Raimundo de Morais. (Texto transcrito do Jornal O Monitor de 31 de Julho de 2004).

*Osman Benício de Holanda é advogado, juiz de direito aposentado e escritor.

Foto: Jesus de Oliveira Campelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Concurso Prefeitura de Paranatama – PE: 180 vagas imediatas; até R$ 8 mil

Já está em andamento o concurso da Prefeitura de Paranatama, que oferta 180 vagas imediatas, com ganhos na faixa entre um salário-mínimo e R...