sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Os melhores do ano de 1975 nos esportes em Garanhuns

A crônica esportiva, falada e escrita, de nossa cidade, escolheu a seguinte relação dos "melhores de 1975", que receberam um diploma alusivo ao título merecidamente ganho pelos múltiplos serviços feitos em prol dos esportes em Garanhuns e na região.

Goleiro, Carioca, do IAC, cuja morte prematura consternou todos; Lateral direito, Pinhães, da AGA; Zagueiro central, Mendonça do IAC, e Riva, da AGA, empatados; Quarto zagueiro: Mazinho, do IAC; Menção honrosa: Paulinho, do Sete de Setembro; Lateral esquerdo, João Geraldo, da AGA; Menção honrosa: Pinto, do IAC; Volante, Araújo, do IAC, por unanimidade; Menção honrosa: Cícero, do União; Meia esquerda, José Oliveira, do IAC, considerado também o craque do ano. Menção honrosa para Gena, do Sete de Setembro; Ponta direita, João Carinha, da AGA, por unanimidade. Menção honrosa para Severino, do Sete de Setembro; Meia direita: Romildo, da AGA, absoluto por unanimidade. Menção honrosa para Dinho, do União; Centro Avante: Nelson, da AGA, ganhando por um voto de diferença para Ivanildo, do Cruzeiro; Ponta esquerda: Alcindo e Almeida, IAC e AGA, respectivamente, empatados.

Melhor técnico: Laércio Peixoto, da AGA. Menção honrosa para Nivaldo Chagas, do IAC, e Inaldo Correia e Ivanildo Espíndola, ambos do Sete de Setembro.

Melhor equipe infantil do ano: Novo Palmeiras, de Lagoa do Ouro, campeã da IV Mini-copa de dentes de leite, dirigido pelo coronel José Preto, melhor técnico infantil do ano. Menção honrosa para os dentes de leite do Sete de Setembro, de Garanhuns, vice-campeão da IV Mini-copa e o Expressinho Futebol Clube Canhotinense, de Alécio.

Presidente de clube: comerciante João Cândido da Silva, da AGA. A indicação de seu nome dispensa comentários. Menção honrosa para o presidente do Sete de Setembro Sport Clube, comerciante Pedro Leite Cavalcanti, e o construtor Helvécio Espinhara, que sem ser  presidente é quem sustenta o barco alvirubro.

Desportista do ano: Helvécio Espinhara, do IAC.

Diretor esportivo: Rubem Barros, Luciano Zacarias e Vavá Jacinto, o trio de ouro da AGA. Seria  injustiça apontar um e esquecer os demais.

Juiz do ano: Gabriel Feliciano e Roberto Santana, empatados. Menção honrosa para Ivan Holanda.

Bandeirinha do ano: Augusto Penha e Paulo Francisco, empatados.

Massagista do ano: Vardo, da AGA, por unanimidade.

Roupeiro do ano: Severino da AGA, também por unanimidade.

Torcedor do ano: Manuel Sales de Santana, o popular calça larga. Uma das atrações em nossas tardes esportivas. O terror dos jogadores que erravam jogadas...

Craque do ano: José Oliveira, do IAC. Eleito por unanimidade.

Revelação do ano: O ano foi fraco em novos valores. Mesmo assim, apontaríamos Valdo, volante do Cruzeiro Futebol Clube; Carrinho, ponta esquerda da AGA; Vado volante da AGA e Branco lateral direito do IAC.

Maior acontecimento esportivo do ano: A conquista do hexacampeonato pela AGA quando todos apontavam o IAC ou Sete para campeão do ano. Por ironia da sorte a vitória setembrina sobre o IAC foi a pedra de toque para o milagre agueano...

No setor amadorista a conquista do bicampeonato pelo Colégio Santa Sofia representando Garanhuns nos IV Jogos Desportivos dos Municípios foi o ponto de maior destaque. Menção honrosa para o Torneio comemorativo da Semana do Soldado promovida pela 71º BI Mtz e os jogos Estudantis de Garanhuns, promoção da Secretaria de Educação do Estado e do município, envolvendo-se os estudantes de nossa cidade.

A notícia do ano: Os trabalhos iniciados pela diretoria do sete de Setembro para a construção do Setembrão, e sua praça de esportes que  estará funcionando em 1976 com a realização de amistosos.

Destaque da região: O esforço empreendido pela  diretoria do Centro Esportivo Lajedense para completar as obras do Estádio Clementino de Lima com uma série de atraentes promoções envolvendo amistosos com equipes de gabarito e sorteio de ricos prêmios entre os expectadores. Nota dez para o Azarias Alves. A mesma nota para os presidentes de clubes das cidades vizinhas, dos distritos, dos sítios, os  nossos queridos coronéis, pelo esforço, abnegação e desprendimento na divulgação de suas localidades e no apoio do futebol e a confraternização. Nota 10 também ao prefeito Elias Lopes, de São João, pelo Torneio da Integração reunindo todos os times de seu município.

*Aguinaldo de Barros e Silva / Jornalista e historiador / Garanhuns, 21 de Fevereiro de 1976.

Foto: João Cândido da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Concurso Prefeitura de Paranatama – PE: 180 vagas imediatas; até R$ 8 mil

Já está em andamento o concurso da Prefeitura de Paranatama, que oferta 180 vagas imediatas, com ganhos na faixa entre um salário-mínimo e R...