quarta-feira, 23 de março de 2022

História de Garanhuns


A Família de Dom Francisco Expedito Lopes - 5º bispo de Garanhuns - Em 1912, na cidade de Santana do Acarau, Ceará, casaram-se Edézio Pereira Lopes, natural de Sobral, Ceará e Noeme Cordeiro de Araújo, nascida em Santa do Acarau, Ceará. Ele com 28 anos e filho de casal José Pereira Lopes e de Francisca das Chagas Lopes. Ela com 19 anos e filha de José Anselmo Cordeiro e de Irene Cordeiro da Araújo.


Depois de casados foram morar num sítio da parentela do Sr. Edézio, chamado Palestina, localizado na Serra da Meruoca, que na época era vila do Município de Sobral. Da união de Edézio e Noeme, nasceram nove filhos na seguinte ordem: Josa, Francisco Expedito, Suzete, João, Eurico, Cleomar, Zélia, Ildecé e Terezinha. Só se criaram cinco, como acontecia com a maioria das famílias daquele tempo. Então se criaram apenas Expedito, João, Suzete, Ildecé e Terezinha. Seu Edézio foi exímio mestre de obras, dirigiu a construção da Igreja de São José em Sumaré, bairro de Sobral.


Fonte: Dom Francisco Expedito Lopes - Bispo Mártir de Garanhuns - Autoria das Irmãs Cândida Araújo Corrêa, Maria Mirtes de Araújo Corrêa e Terezinha Araújo Corrêa.

Fotos: (1) - Pai de Dom Expedito: Sr. Edézio Pereira Lopes  (2) - Mãe de Dom Expedito: Sra. Noeme Cordeiro Lopes. (3) - Casa onde nasceu Dom Expedito Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...