domingo, 16 de janeiro de 2022

Panelas... Bravos filhos da Terra dos Cabano


A Companhia de Dança Amanda Costa segue com as homenagens aos Artistas Panelenses

A sexta pessoa a ser homenageada é o artista José Alexandre Saraiva (foto). 

É um advogado, jornalista, músico e escritor brasileiro, filho mais velho do casal de agricultores Benedito Alexandre de Souza e Eliza Mendes Saraiva. 

Aos doze anos, ingressou na Banda de Música Mariano de Assis em Panelas. Nessa idade, também era projecionista do cinema local. Mudou-se para o Rio de Janeiro, acompanhando a mãe e os irmãos. Conduzido pelo teatrólogo Olavo de Barros ao mundo das letras e das artes, nesta cidade desfrutou de estreita convivência com Luiz Peixoto, Godofredo Tinoco, Luciano dos Anjos, Mércia de Aloan, Jota Efegê, Malba Tahan e Cordélia Ferreira, a primeira radioatriz brasileira, viúva do ator Plácido Ferreira, e irmã de Olavo.

Em 1976, aos 22 anos, ingressou no serviço público federal, por concurso, fixando residência na cidade de Curitiba. Colaborou no processo de interiorização da Academia Paranaense de Letras, entre os anos de 1998 e 2007, sob a iniciativa do escritor Túlio Vargas. Em 1998, juntamente com Lyrio Bertoli, Ildo Carbonera, José Aiex e Valter Teixeira, entre outros, fundou a Academia de Cultura de Foz do Iguaçu (Aculfi).

No final do ano de 1982, indicado pelo jornalista Wilmar Sauner, que conheceu por intermédio de Maury Ricetti, amigo comum, foi convidado pelo jornalista Francisco Cunha Pereira Filho, então diretor-presidente da Gazeta do Povo, para integrar o corpo de colunistas do jornal, fundado em 1919 por Benjamin Lins e de Plácido e Silva. Sua coluna "De Olho no Leão" é publicada nesse periódico desde janeiro de 1983.

Especialista em Direito Tributário, pertence às seguintes instituições: Instituto Histórico e Geográfico do Paraná (IHGPR); Centro de Letras do Paraná; Instituto dos Advogados do Paraná; Instituto de Direito Tributário do Paraná; e Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário. É inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná; na Federação Nacional dos Jornalistas, com registro no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná; e na Ordem dos Músicos do Brasil, Seção do Paraná.

Foi responsável pela instalação da Procuradoria-Seccional da Fazenda Nacional em Foz do Iguaçu - PR, em 1988, e Procurador-Seccional deste órgão, integrante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, no período de 1988 a 2001.

Participantes: Jaine Eshilley e a professora Amanda Costa 

Equipe de produção: Sarah Polanco,  Luis Fabiano e Amanda Costa.

"Emocionado com essa declaração de carinho que acabo de receber", frisou Alexandre Saraiva em rede social. 

A Companhia de Dança Amanda Costa foi à casinha onde passei a infância, no sítio Rancho Velho, em Labiata  (Panelas), e me surpreendeu com este post no Facebook. Na tocante homenagem, utilizou trilha musical de minha autoria (choro "Rua do Xêxo" - intérprete  Cesar Matoso  - e o canto "Brio Cabano" - versão flamenca de Murillo Da Rós no violão e voz de Rogéria Holtz ). 

Difícil segurar a emoção!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

30º FIG homenageia Ivo Amaral e Marcílio Reinaux

Blog do Carlos Eugênio Garanhuns vive a expectativa do lançamento da programação oficial do 30º Festival de Inverno. Neste ano, a Festividad...