quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Recantos de Garanhuns


Ela é a soma de todos os sentimentos, de todos os estados vegetais. Nenhum pensamento é demasiadamente elevado em quantidade ou desespero. Pode mugir como tempestade de outono, ou sussurrar como uma brisa estival. Tudo é imagem e som do seu seu próprio tempo. No seu profundo recolhimento, o MAGANO se renova. se não entendermos a mensagem altaneira de seu silêncio, onde se ergue para o alto desafiando o infinito. 

Daqui de cima não sentimos o hábito das pessoas. Nem conversamos a falta de linguagem específica que transmita a imobilidade dos monumentos da terra virgem. A força pujante da alma telúrica se projeta em  outras dimensões. Mensagem comovente da cidade - espécie de Lírio a desabrochar a quase dois mil metros de altura. O planalto notável pelo seu clima e pela sua beleza natural, enfeita a alma das tradições. Como exemplo de rebeldia de um povo.

QUILOMBO - Passado histórico sempre presente no dealbar de todas as madrugadas. Tradição de liberdade das gerações conscientes de sua missão indeclinável. Epopeia cintilante que marcou a definição do progresso da humanidade. Sobretudo, dos heróis da inteligência dos poetas que não fazem poesia quando querem e sim quando a poesia determina e quer. Acontecimento que fizeram tremular o lábaro da imaginação, tendo com testemunha o azul suspenso do céu, consolidando as mais lindas mensagens de vida pontilhada de patriotismo e beleza.

MORRO DO TRIUNFO - Sentido elevado de um horizonte de glória. Onde  as lutas se tornaram dignas de sublimes conquistas. Acontecimentos que consolidaram o vigor inefável de um estado de espírito. De uma geração de homens de cor que pelo amor à liberdade tornou-se símbolo augusto da confraternização e dos direitos humanos. Daí o triunfo da entrada solene e pomposa dos consolidadores de nossa emancipação racial. Caldeamento etnológico das três raças tristes. Dos que até o momento penetraram nos Arcanos do Eterno Presente. Festejam com muito brilho a mais importante data da vida da nossa Garanhuns, que foi os seus cem anos bem vividos. Hoje a serrana terra do  planalto, terra de Simôa Gomes - é Cidade Centenária e pontilhada de encantos. Para que se possa alcançar a sua superioridade é preciso que se tenha visão do alto.

JARDIM - Éden de flores a trescalar perfumes a todos mortais de seu canteiro. E notadamente aos que tiveram o privilégio de vir à luz nesse recanto terrenal do Leão do Norte.

FONTE de inspiração dos nossos poetas, destacando-se entre eles, o nosso saudoso professor Artur Maia, o poeta de maio. Artur foi um localista incorrigível. Sempre de Lira em Punho, jamais esquecera, nas suas viagens, as fontes de sua inspiração. Bem viva em sua retina, a imponência do MAGANO, foi sempre presente: "MAGANO DOS MEUS AMORES DE OLHOS FITOS SEMPRE EM MIM". O mais alto dos nossos montes fora o espelho de sua alma em festa.

VÁRZEA - Campina cultivada em terreno baixo e plano que margeia os rios. É outro recanto bucólico cuja vegetação se constitui eternidade de beleza e deslumbramento da alma dos nossos vates: "GRUTA D'ÁGUA, VÁRZEA E JARDIM, onde líquido precioso refresca os instantes suspirosos das "Tarde Mornas de Verão". Parece até que as musas viviam a brincar por sobre as águas cristalinas e puras.

COLUMINHO - Menos apreciado pelos nossos mestres em literatura. O seu encanto está no recolhimento de sua natureza. É um dos montes telúricos das "SETE COLINAS". É síntese do infinito e finito, do temporal e de eterno, de liberdade e de necessidade como índice de cultura de Garanhuns. Sempre beijada pela brisa dos campos. Pelas suas noites maravilhosas em que os seresteiros de todas as épocas jogam rimas ao luar. A natureza humana é como o plenitúnio, está sempre cheia. Moralmente, a humanidade progride pelo desenvolvimento da inteligência, do senso moral e do abrandamento dos costumes.

HELIÓPOLIS - Parte da cidade que se renova constantemente para receber, com dignidade, o Beijo Ardente do Sol.

BOA VISTA - Visão panorâmica em que Garanhuns, cidade centenária, se projeta em todas as dimensões.

*Dr. José Francisco de Souza / Advogado, jornalista e historiador / Garanhuns, 29 de Janeiro de 1983.

Foto: Garanhuns, PE - Cristo do Magano

Créditos da foto: https://www.scoopnest.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book gratuito ajuda quem deseja mudar de carreira

“Transição de carreira: O que tem mais a minha cara?”, esse é o novo e-book da escritora, consultora e coach de carreira Margarete Chinaglia...