sábado, 1 de janeiro de 2022

Santos de casa não têm reza

João Marques dos Santos*

Aqui. Morre a escritora Luzinette Laporte (foto), de uma vida inteira dedicada a Garanhuns. Professora e escritora. Seguramente, foi ela que mais escreveu artigos (crônicas) para os jornais de Garanhuns. Durante muitos anos, escreveu semanalmente para O Monitor. Para este jornal, O Século, escreveu também. Escritora de  vários livros, entre outros "A menina que falava com as coisas", "O homem com girassóis no olhar", "Amor de mulher". O primeiro mais conhecido no  País, com 4 ou 5 edições.

Professora querida e nunca esquecida por seus ex-alunos. Ensinou Português e Francês, principalmente. Dominava, ainda, Espanhol e Italiano. Pouco Russo e Inglês. Literatura, com conhecimento literário mundial. E ensinando línguas, passava também  a Literatura. E tudo fez, com muita simpatia e esmero.

Morre, este cronista, seu ex-aluno também vai aos funerais. Chego lá, no Mosteiro, e noto logo pouca gente à hora do enterro. É celebrada uma missa, corpo presente, e, em seguida sai o enterro. Pouquíssima gente e não vejo representações de nenhuma entidade. Nem da Prefeitura e nem do Colégio ou colégios onde ensinou toda vida. Uma vergonha!

Mas não é de estranhar isto aqui. Aqui, "os santos de casa não têm reza". Uma vez, lembro-me lá no Mosteiro, a escritora Luzinette Laporte ganhou o prêmio literário  da Academia Pernambucana de Letras. Foi com o livro "O homem com girassóis no olhar". Ela bondosamente me convidou para acompanhá-la na homenagem que recebia em Recife. Fui e constatei a importância da homenagem e da obra premiada. Depois disto, em sua casa, conversamos sobre a pompa, o brilho da homenagem, e sobre a indiferença de Garanhuns. Nem um telefonema, um telegrama, nada, de parabéns pela conquista, de Garanhuns também. Lembrei-me disto lá no Mosteiro e considerei que o homem com girassóis no olhar, que Luzinette viu não foi em nenhum semáforo de Garanhuns. Estes semáforos de Garanhuns não dão passagem aos valores da terra. (Jornal O Século - 01/2018).

A professora e escritora Luzinette Laporte de Carvalho, faleceu na noite de 18 de dezembro de 2017.

*João Marques dos Santos é escritor, poeta, autor do Hino de Garanhuns e ex-presidente da Academia de Letras de Garanhuns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Concurso Câmara de Camaçari – BA com 50 vagas

O edital nº 01/2022 do aguardado concurso Câmara de Camaçari, no estado da Bahia, foi publicado e vai passar pela primeira retificação. De a...