terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

A vitória de Ivo Amaral e Tinoco em 1976


Nas eleições realizadas em 15 de novembro de 1976, Ivo Tinô do Amaral é eleito prefeito de Garanhuns, tendo como companheiro de chapa o médico José Tinoco Machado. Ivo Amaral e Dr. José Tinoco  disputaram a eleição enfrentando cinco outras chapas, duas da Arena e três do  MDB. No final os dois venceram com uma vantagem folgada. 

"Ao ensejo da vitória de 15 de Novembro, quando o eleitorado independente deste Município sufragou o meu nome para chefiar o Executivo Municipal, quero expressar o meu contentamento pela confiança em mim depositada e assegurar ao povo garanhuense um governo voltado para a defesa dos interesses superiores do Município, agradecendo aos amigos e correligionários pela vitória alcançada, conclamando a todos para um trabalho eficiente em prol da grandeza desta terra", comentou Ivo Amaral após a fala das urnas.

Além de Ivo Amaral (7.773 votos), que  encabeçava umas das sublegendas da  Arena, disputaram o advogado Ivan Rodrigues (3.819 votos), o jornalista Humberto Alves de Morais (797 votos), o comerciante Dinaldo Isaac de Macedo (2.058 votos), esses três do MDB. Nas outras sublegendas da Arena concorreram Francisco Ribeiro (218 votos), e o advogado e radialista José Inácio Rodrigues (3.885 votos). 

Ivo Amaral e Tinoco foram apoiados pelo prefeito Amílcar da Mota Valença, que quando do seu primeiro governo já tinha conseguido fazer o sucessor, elegendo Luís Souto Dourado. 

Os vereadores eleitos na época foram os seguintes: Antônio Edson de Araújo Lima (670 votos), radialista e advogado, Antônio Marlos Ferreira Duarte (843 votos), Audálio Ramos Machado (818 votos), Florismundo Carrilho de Moraes (738 votos), primo de Humberto de Morais, que se elegeu com apoio do comerciante Vavá Morais.

O restante da bancada era  formada por José Estevão dos Santos (Zito - 661 votos), José Ferreira Filho (Zi Ferreira - 916 votos) do distrito de São Pedro, que assumiria a prefeitura por nove meses, Osvaldo Ferreira da Silva (765 votos), Paulo Faustino de Albuquerque (1.205 votos) e Severino Pereira Guimarães (746 votos). Tomaram posse no dia 1º de Janeiro de 1977.

No seu primeiro governo, Ivo Amaral implantou o Relógio de Flores, fez uma verdadeira transformação na cidade, dotando a Suíça Pernambucana de iluminação de vapor de sódio, asfalto (primeira cidade do interior a receber esses benefícios), galerias de águas pluviais e novos calçamentos que se espalharam por  diferentes bairros.

Foi o governo do Centenário de Garanhuns, quando vieram à cidade, trazidos pelo Governo Municipal, personalidades ilustres como o sociólogo Gilberto Freyre, Luís Inácio Lula da Silva (então um emergente líder sindicalista), o economista Rubens Vaz da Costa, Luiz Gonzaga e o poeta Mauro Mota.

Foto: Ivo Amaral e Dr. José Tinoco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...