domingo, 6 de fevereiro de 2022

Ao Mons. Adelmar uma palavra de carinho


Irmã Cândida Araújo Corrêa*

Ser de Cristo significa manter sempre ardente no coração uma chama viva de Amor, alimentada continuamente pela riqueza da fé. Era assim que eu via o Mons. Adelmar, que conheci.

Era um homem que de fato estava a serviço do Reino de Deus e por esse Reino dedicou toda sua vida, rejeitando qualquer pretensão de poder, vanglória ou prestígio humano. Vivia esta sua missão na total simplicidade e despojamento, mostrando-se um homem enérgico, compassivo, radicalmente solidário no seu estilo de vida, marcado pela  defesa e a prática da justiça, da honestidade e do amor.

Mons. Adelmar, educador inato, preocupava-se com o comportamento humano, cultural e religioso, num trabalho evangelizador, numa constante divulgação e cultivo daquilo que é fundamental para a formação do ser humano.

Educador que conseguia o equilíbrio do amor e  firmeza, conquistando assim o afeto de todos os alunos e ex-alunos espalhados pelo mundo.

Um educador que via o porvir, que preparava o  futuro. Um educador que fez florear a vida do tradicional Colégio Diocesano e fez nascer um outro Colégio, o Ginásio do Arraial, hoje merecidamente "Colégio Monsenhor Adelmar da Mota Valença", fundamentado na fé, que vem construindo um presente brilhante, prenúncio de um futuro glorioso.

A vida que nele palpita começou a palpitar em Deus. A beleza que nele ainda reside espelhará sempre a beleza divina.

As Missionárias de Nossa Senhora de Fátima do Brasil, numa gratidão perene, guardarão a "marca de Deus" que permaneceu pelas gerações passadas por este Educandário, permanecerá pelas futuras, abrindo sempre pra novos passos que Deus pedir.

Ao querido Mons. Adelmar a nossa grande saudade, a nossa prece, gratidão e homenagem.

*Irmã Cândida Araújo Corrêa Missionária de Fátima

Garanhuns | Centenário de Nascimento do Monsenhor Adelmar da Mota Valença | 2008.

Foto: Mons. Adelmar e Irmã Cândida no dia 13 de fevereiro de 2002.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

107 anos de Amílcar da Mota Valença

Hoje lembramos os 107 anos de nascimento de Amílcar da Mota Valença. No meado do mês de maio de 1915, o casal Abílio Camilo Valença e ...