sábado, 19 de fevereiro de 2022

História de Garanhuns

Cecília Rodrigues Siqueira - Grandes Vultos (1886-1968) - Quem ensina é também um ministro de DEUS. A tarefa do professor é simplesmente treinar a mente do aluno, preparando-o para encontrar a verdade e reconhecê-la. A mente que raciocina erradamente é mente enferma. Assim, o que o professor é e especialmente a professora como educadora deve aplicar aos seus alunos os benefício de uma  parte da vasta ciência que é a psiquiatria.
 
A mulher  pela sua própria  sensibilidade representa o ornamento da  graça de sua espécie. Se sabe usar a linguagem poética: a sua mente é um violino a tocar. Neste estado de espírito é inefável.

DONA CECÍLIA RODRIGUES  foi uma das maiores culturas do  Magistério. A sua capacidade intelectual ultrapassou os limites do chamado Agreste Meridional. Literata, poetisa e jornalista de méritos. Como diretora do Colégio 15 de Novembro, por algum tempo manteve um curso noturno no mesmo estabelecimento. Ai estudaram muitos moços. Espírito culto e bem formado. Na próxima cidade de Canhotinho manteve, o Colégio 7 de Setembro.  Militou na imprensa local e fundou vários jornais. 

Oradora notável, professora de Português e latinista. Foi contemporânea e aluna do grande pregador MARTINHO OLIVEIRA, pioneiro do  protestantismo em Garanhuns e fundador do Colégio 15 de Novembro. Deu nova dimensão à cultura feminina. Fundou sociedades religiosas de caráter literário e cultural. Dirigiu Escola Dominical. Casou-se com o Reverendo CICERO SIQUEIRA que foi seu aluno.

Nasceu na Paraíba. Aqui viveu os dias mais venturosos de sua mocidade. Por força de suas várias funções intelectuais foi viver no Estado de Minas Gerais. Em uma das belas cidades das alterosas, fundou Colégio ao lado do esposo.

Orientou a mocidade do seu tempo: pelos caminhos luminosos das Sagradas Escrituras. JESUS CRISTO COMO O SEU ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR foi a legenda espiritual de sua fé inabalável. Nestes dias tumultuosos em que vivemos só o Evangelho salva a humanidade. Tornou-se no Sul do País figura ímpar como oradora e conferencista. Conquistou vários Títulos e condecorações de honra ao mérito. Foi, sobretudo, uma benfeitora da humanidade. Dela  nos recordamos com lágrimas nos olhos. Isto prova que o nosso velho coração ainda não está todo manchado pelo lodo do Mundo. Embora privado da presença física de muitas pessoas amigas continuamos sentindo o mesmo calor espiritual.

Assim DONA CECÍLIA RODRIGUES terminou os seus últimos dias de vida aqui neste mundo, no Sul do País, ao lado de seus familiares com todo o conforto espiritual de sua religião. Foi uma das mais importantes figuras de nossos tempos. A sua cultura ao lado de sua fulgurante inteligência criou uma tradição de glória na terra das Sete Colinas. Por tudo isto é um dos  vultos mais respeitáveis da nossa Garanhuns.

*Dr. José Francisco de Souza | Advogado, jornalista, cronista e historiador | Garanhuns, 13 de Maio de 1978.

Créditos da foto: Agreste Presbiteriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa mapeia situação de controle interno dos municípios brasileiros

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) lançou, nessa segunda-feira (27), o “Diagnóstico dos Controles Internos...