sábado, 5 de fevereiro de 2022

Ídolos , Ícones e Imagens

Luzinette Laporte de Carvalho*

Ídolos é tudo aquilo que em nosso coração colocamos acima de Deus. Pode ser  dinheiro que tira a paz a quem o  busca e acumula e  teme perdê-lo. Ou uma pessoa a que se "adora" e por quem tudo suporta, sofre, faz, sem medir as  consequência: Pela qual muda-se de  religião, de opinião, de visão da vida e  do mundo. (Jamais esqueço uma  confecção: "Meu Deus não era Deus, era meu marido que me abandonou por outra. Só então reconheço que ele era um ídolo.") Ídolo pode ser a ganância do poder pelo qual a pessoa perde a dignidade, rouba, trapaceia, engana. Ou o uso da palavra de Deus para enriquecer. (E como enriquecer rápido! São Paulo já advertia para isso.) Jesus ensinava: "Onde estiver o teu tesouro, ai estará o teu coração."

Ícones são representações do  que vai no aluno de alguém. Somos, criaturas humanas, seres icônicos. Ícones de Deus, seres icônicos. Ícones de Deus: "Farei o homem à minha imagem e semelhança".

Os ícones - os verdadeiros - são pintados por alunos místicos. Criam-se ícones em oração. Ícones que somos de Deus - criados que fomos por amor, pelo amor - quão como estamos (pecadores que somos) de o refletirmos! De sermos "sua imagem e semelhança"!

Imagem é a representação de algo ou alguém, guardamos a imagem dos nossos entes queridos que se foram. Criamos imagens - escultura - dos grandes heróis, dos santos, das  pessoas queridas. E quando dizemos" "Este é o grande Tiradentes" ou "este é o grande Frei Caneca" etc. Não os adoramos. Ou esta é a Virgem de Fátima, ou Nossa Senhora Aparecida, nossa Padroeira. Ou ainda: "é Santa Terezinha, é São Francisco de Assis, é  o Padre Pio, etc. Só em nomeá-los a imagem deixa de ser Deus. Se não dizermos: "esta é adeusa Sofia" ou "o deus Paulo Apostolo" etc. Se não lhe antepormos "é o deus/a deusa; então não é ídolo. Ídolo é o que colocamos em nossas vidas, no lugar de Deus. Só Ele é o Senhor, só Ele, o Altíssimo é  digno de adoração. Será que só a ELE adoramos? Será? Nossos ídolos são invisíveis.

Então "debaixo de sete capas". Ocultos pela nossa cegueira, pelo vício de "ver o argueiro" dos outros - que por vezes, nem existem - e não enxergamos "as traves" que nos impedem de ver corretamente as coisas e as pessoas. "Com a mesma medida com que medirmos, seremos medidos". Diz o Evangelho. 

A única lei absoluta é amor. Se estou no amor, estou em Deus. E ELE será, sem dúvidas, o Deus verdadeiro a quem amamos e adoramos.

Garanhuns, Junho de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Frase do dia

"A alegria está em tudo; precisamos saber extraí-la." ( Kong-tsé , mais conhecido como Confúcio [551-479 a. C.], filósofo chinês).