domingo, 13 de fevereiro de 2022

Lembrança da viagem de Francino Caldas à Terra Santa em 1925


O Castelo de Pau

A Basílica vista de lado

A Basílica vista de frente

A Gruta de Nossa Senhora de Lourdes

O Pórtico do Rosário

A Cidade e o Castelo

A Esplanada da Basílica

O Castelo de Lourdes

A Primeira Estação do Calvário

A Virgem Coroada

A Cachoeira Cerizey

O Circo de Gavarnie

A Ponte Napoleão em Saint-Sauveur

O Teleférico de Lourdes

O Calvário Bretão

Bernadette Soubirous

Dr. José Francisco de Souza*

Francino Caldas (Grandes Vultos de Garanhuns) -  Homem que se projetou pela sua própria capacidade. Viveu intensamente todas as suas atividades e conquistara o respeito entre os mais fortes. Fundador da "Casa Moderna" (foto abaixo), na Av. Santo Antônio, onde começou a sua trajetória. O prédio foi sempre imponente e ainda é pela sua dignidade arquitetônica. Foi um comerciante de alta visão econômica. A  sua casa era um verdadeiro empório comercial. O sobrado de "Seu Francino"  no conceito popular marcou época e foi o mais elegante estabelecimento comercial de seu tempo. Nos brincos de nossa meninice, os nossos olhos gostavam de contemplar a sua altura. A majestade de suas linhas desafiando a transformação do tempo. Era (como ainda hoje) um  monumento de arte, orgulho do seu construtor.


As reformas não conseguiram alcançá-la. Francino Caldas era muito bem relacionado. Gostava de se afirmar dentro dos princípios e padrões de seu tempo. Foi contemporâneo de vários homens da nossa cidade. Era por si mesmo uma delegação de poderes. Participou da vida social e econômica da nossa gleba.  

Sempre inclinado à pratica do bem. Ajudou viver muitas sociedades beneficentes. Era uma católico ortodoxo. Casou-se com D. Júlia, jovem portuguesa. Foi feliz na sua união conjugal. A sua esposa estava sempre participando da vida comercial que seu marido. Por isto, conquistou um patrimônio econômico muito solido. Dos membros de sua família conhecíamos, por  ser amigo, do nosso velho Clemente, Sebastião de saudosa memória. Outros também se destacaram como continuadores dos seus maiores.

Francino Caldas figura de alta importância na vida comercial da nossa cidade. Fundador e Diretor comercial mais completo no gênero. A firma "Correia Caldas" foi o seu orgulho como patrimônio de sua vida. Viveu identificado com o espírito da nossa gente. Portador de largo prestígio social. Jamais participou de qualquer movimento político partidário. Servira a sua terra visando horizontes mais amplos e mais dignos. Era um símbolo de retidão e bondade. Faleceu aqui na terra das madrugadas louras e cheias de encantos poéticos.

*Advogado, jornalista, cronista e historiador | Garanhuns, 12 de Setembro de 1980.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivo Amaral - O Senhor do Festival

Ao completar 88 anos Ivo Amaral continua sendo uma das maiores referências política e cidadã do  Agreste Meridional. Sim, se Garanhuns compo...