sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

O rosto


Waldimir Maia Leite 

Depois, bem que pode

ser o fim (figura

geométrica da morte).


Dilui-se no copo a 

imagem hexagonal

e efervescente,

deformando o 

rosto enrugado.


(Se o tempo marca

a face, a erosão risca

o rosto e cava fundo

sem mãos de semeador).


Por isso bem que pode

ser o fim (figura

geométrica da morte).

Ou amanhã noturnal.

Recife | Junho de 1974.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adelmo Arcoverde lança o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”

O professor pernambucano Adelmo Arcoverde lança, quinta-feira (26), às 16h, o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”, ...