quinta-feira, 17 de março de 2022

Aos 92 anos, morre a professora Glorinha Luna

Ivo Amaral*

Faleceu nesta quarta-feira, 16, aos 92 anos, em Garanhuns, a senhora Maria Tenório dos Santos Paz, conhecida por seus familiares e amigos como Glorinha Luna. 

Era de Bom Conselho pertencia a tradicional família  Tenório Luna, era irmã do ex-prefeito e ex-deputado Manoel Tenório Luna. Foi casada com o contabilista e agropecuarista de Correntes, Moacir dos Santos Paz, ele era irmão do professor e advogado Manoel Lustosa dos Santos. 

Glorinha deixa 4 filhos, três mulheres e um homem. Ela escrevia para vários jornais de Garanhuns, como o Monitor, Correio Sete Colinas  entre outros.

Quando completei 80 anos ela escreveu um artigo que considerei o melhor presente que recebi naquela data, aliás fiquei muito emocionado e grato a professora Glorinha a honra pela lembrança traduzida em uma matéria publicada no jornal o monitor . 

Glorinha foi sepultada às 10h no Cemitério São Miguel, nesta cidade.

*Ivo Amaral foi vereador; vice-prefeito e prefeito de Garanhuns por dois mandados, e deputado estadual por duas legislaturas.

Transcrevemos abaixo o Discurso da Professora Maria Tenório dos Santos Paz (Glorinha Luna), quando foi agraciada com o Título de Cidadã de Garanhuns.

Exmo. Presidente da Casa Raimundo de Moraes - Sr. Luiz Taveira de melo

Ilustres Vereadores,

Autoridades presentes,

Nobres Convidados,

Neste momento louvo a Deus, por está aqui na Casa Raimundo de Moraes, recebendo o Título de Cidadã da hospitaleira cidade - Polo, que é Garanhuns.

Iniciativa de S. Excia. Vereador Pedro Leite Cavalcanti, coadjuvado pelos demais vereadores, componentes deste ínclito Poder.

Minha trajetória profissional teve início no Colégio Nossa Senhora de Bom Conselho, ao lado de crianças órfãs.

De aluna, passei a mestra. E, assim, participei nos seus diversos cursos, ensinando.

Alternadamente, também contribui com o Ginásio São Geraldo do valoroso Professor Valdemar Gomes de Santana.

Não ficou só aí. Precisava conhecer a criança correntina do Grupo Escolar Djalma Dutra, terra de rios caudalosos, cuja confluência serviu de dinâmica profissional, em práticas engenhosas, a mira da natureza.

Lá fixei residência por mais de um quinquênio. Geramos nossa família e conquistamos amigos.

Na ciranda da vida, cheguei a Garanhuns em 1962, conhecendo as criança das Escolas Reunidas do Magano e Simôa Gomes, na Boa Vista, bairro que me acolheu até hoje. Mas, também foi gratificante conviver com o alunado do Educandário São José, localizado neste mesmo bairro.

Em 1973, recebia um convite da Secretaria, através da inteligente Diretora do Departamento Regional, professora Luzinete Laporte de Carvalho, para compor  a equipe de supervisão.

Comecei na convicção e na disposição, a supervisionar os Cursos de Recepção Organizada - Projeto Minerva, no horário noturno, às cidades de Águas Belas, Bom Conselho, Correntes, São Bento do Una, Saloá, Brejão e Garanhuns.

Prosseguindo, ao longo de  três gestões, passei a coordenar, em fase de implantação o Programa de Desenvolvimento Tecnológico para a Educação-política da melhoria da qualidade de  ensino, provendo o Sistema Estadual de materiais instrucionais, além de fornecer, elaborar, reproduzir, incentivar, pesquisar e diagnosticar necessidades.

Regionalmente foi implantado um Centro, sediado no DERE, 102 (cento e duas) Escolas beneficiadas e 21 municípios atendidos.

ÊXITO POSITIVO!

Nosso Centro serviu de modelo para os demais, sediados em Pernambuco. Fomos classificados a nível de Estado, no Salão de Materiais de Ensino - Aprendizagem, em Recife, através das Escolas Reunidas Arcelino Matos - Garanhuns, e Grupo Escolar Mestra Beatriz, em Bom Conselho, respectivamente, dirigidas pelas  professoras Maria José Gomes da Silva e Teresa Tenório Luna de Oliveira.

No palco do amanhecer, nesta longa caminhada, os frutos vicejaram e meus alunos se fizeram presentes nas diversas áreas profissionais.

Citá-los é gratificante:

* Osman Benício C. de Holanda - Magistrado

* Ivan Souto Pedrosa - Advogado, integrante do sistema Penitenciário Aníbal Bruno

* Francisco Pereira Lopes - (saudoso Chicute) considerado o aluno mais  assíduo e perseverante nos estudos

* Eurico Pedrosa Filho - Engenheiro

* Emília Romeiro Alves Pereira - Médica Cardiologista - São Paulo

* Romário Dias Pereira e Hélio Urquisa - Representantes do povo, na Assembleia Legislativa

* Roberto Leite Figueiredo, Paulo César de Freitas e Etelvino Gomes Chaves - Cirurgiões-dentistas

* Roberval Roldão de Araújo -  prefeito de Paranatama

* Maria Alice de Oliveira Torres Macário - Gerente Operacional do Banco do Nordeste - Garanhuns

* Ielma Lucena Superintendente do INSS em PE

* Márcia Cerqueira - Terapeuta - Alagoas

* José Geraldo Nogueira - Empresário

* Eronísia Azevedo - Advogada

* Lourival Correia de Melo Júnior - Oficial de Justiça

* Joselito Siqueira de Araújo - Padre recém-ordenado em Curitiba - Filho de Garanhuns.

* Augusta Sales - Freira Franciscana Colégio Bom Conselho

* Marcos da Rosa Pernambuco - Ex-Gerente Banco Bamerindus

* Abelardo Carvalho de Cerqueira e Abel Carvalho de Cerqueira - Oficiais da Polícia Militar de Pernambuco

* Empresário Milton Almeida Vila Nova

* Selma Brasil - Professora. Educação Física

* Lauro Silvestre de Freitas - Capitão da Polícia do Distrito Federal

* Dulcélia Camelo d'Arce Lúcio 1ª Dama do Município de Correntes

* Dayse Camelo d'Arce - Freira Missionária de Nossa de Fátima - Garanhuns

* Marluce Vieira Vanderlei de Melo - ex-professora Santa Sofia e ex-Técnica do antigo CEDEPE, representando dezenas de mestras, que fizeram parte dos meus sonhos e que no heroísmo acordaram o mundo.

No campo filantrópico, através da sociedade Amor e Caridade, situada à rua Siqueira Campos - Centro, vivo em sintonia, exercendo a sua vice-presidência.

Na intimidade, sou professora Glorinha Luna, conhecida regionalmente.

Em 1989, passei pelo prematuro golpe, a ausência do meu marido Moacir dos Santos Paz, ex-avaliador da Comarca de Garanhuns, deixando nosso quarteto filial: Lúcia de Fátima - Acadêmica em Filosofia - Margarida - Bacharelanda em  Química - Mônica e Márcio Roberto -  Especialistas em Educação Física, residentes na capital, hoje presentes nesta solenidade.

Nasci na Vila de Caldeirões dos Guedes - Bom Conselho, ouvindo o murmúrio do rio Calumbi, no mergulhar de suas ondas, em período de cheia e ainda, admirando suas conchas naturais, encravadas nos largeiros ao solo, como dádivas do  Senhor.

Lá, aprendi a ser teatro, no Palco da escola e amar a Deus na igrejinha da vila.

Passando a viver na cidade grande , fui ousada nas mãos da extraordinária professora Giselda Vieira Belo, Diretora do Grupo Mestre Laurindo Seabra e Fiscal de Ensino, junto a escola Normal de Bom Conselho.

Em 1950, passava de aluna a mestra e em 1984, encerrava minha carreira profissional, ultrapassando  nove anos, da contagem limite oficial.

Fui um pouco jornalista quando criamos o Jornal Magistério juntamente com o nosso capelão Frei Urbano de Sertânia, sendo sua redatora, alcançando grande índice de circulação.

Na aurora do novo "Milênio", Garanhuns, nascida das Colinas reafirma hoje, sua  nobreza de cidadania. Por isso, emocionalmente privilegiada, dedico minha felicidade aos saudosos pais Antonio Tenório Luna e Josefa Duarte Luna, por todo o bem que eles me proporcionaram.

Aproveitando, quero agradecer aos senhores vereadores, em particular ao Sr. Pedro Leite Cavalcanti, por este gesto de fidalguia, acrescentando ainda, os agradecimentos dos meus  familiares, irmãos, sobrinhos e que, logo mais passarei as suas mãos, a placa de reconhecimento.

Abrindo um parêntese,  saúdo o jornalista Ulisses Pinto, que seguindo os passos do nobre vereador, usou de suas posições amigas e inteligentes, ele que é ator da comunidade e que brevemente receberá desta Câmara a medalha de Mérito Luiz Souto Dourado.

E agora, na emoção, abraço a cidade do fascínio e da beleza, que recebeu com maestria a professora que vos fala e que por quase 4 décadas se faz presente no bairro da Boa Vista, numa virtual doação de 88% de sua caminhada profissional.

Amo você,

Garanhuns das serranias

De homens ilustres

De radialistas notáveis

De médicos amigos

De governantes sensatos

De inteligentes metres

De beleza exuberante

De grande magia

De crianças felizes

De crenças e de fé

De história de luz.

Enfim, Garanhuns que eterniza no Cristo a força de seu povo, em cada minuto do seu amanhecer.

Maria Tenório dos Santos Paes

Garanhuns, 15 de junho de 2000.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivo Amaral - O Senhor do Festival

Ao completar 88 anos Ivo Amaral continua sendo uma das maiores referências política e cidadã do  Agreste Meridional. Sim, se Garanhuns compo...