sexta-feira, 11 de março de 2022

Governo de Pernambuco renova situação de emergência em 59 cidades do Agreste por causa da estiagem

Estiagem no Agreste - Foto: Anchieta Gueiros

Contraste. Se, nos últimos dias, o Litoral tem apresentado um clima instável, com chuvas cada mais intensas, boa parte do interior de Pernambuco permanece em situação de emergência por causa da falta d’água. O Governo do Estado renovou o decreto que reafirma o quadro de estiagem “anormal” para 59 municípios do Agreste, incluindo cidades-polo como Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe (veja lista abaixo). A medida, válida por 180 dias, foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (10).

A decisão é tomada periodicamente nas regiões mais afetadas pela seca. O coordenador da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), coronel George Vitoriano, explica que o estado de emergência é constatado a partir de vistorias nos municípios do Agreste e do Sertão durante a vigência da norma.

“Visitamos todas as cidades. Aquelas que, no momento da decretação, apresentam situação de emergência por estiagem, nós incluímos no decreto. Essas regiões têm um volume hídrico menor que o do leste do Estado, mas nós vimos tendo chuvas irregulares com um volume abaixo do que deveria ser”, afirma.

Na prática, o decreto possibilita que a população das zonas rurais se beneficie de recursos e programas que ajudam a atravessar o período crítico. “Ele permite que o agricultor familiar tenha acesso a financiamentos, renegociação de dívidas, fornecimento de água potável”, diz o gestor da Codecipe.

Ações para a chuva

Um dia antes do decreto, na última terça-feira (8), o governador Paulo Câmara comandou uma reunião com representantes de diferentes órgãos, como a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), as Defesas Civis do Estado e do Recife e a Compesa, para debater as ações de prevenção a possíveis desastres que estão sendo planejadas para o próximo período de chuvas. Segundo o Executivo estadual, foram avaliados, durante o encontro, os níveis dos reservatórios e a aquisição de equipamentos.

Veja as cidades em situação de emergência por causa da estiagem:

Agrestina

Águas Belas

Angelim

Alagoinha

Altinho

Belo Jardim

Bezerros

Bom Conselho

Bom Jardim

Brejão

Buíque

Brejo da Madre de Deus

Cachoeirinha

Caruaru

Caetés

Calçado

Canhotinho

Capoeiras

Casinhas

Cupira

Frei Miguelinho

Iati

Itaíba

Jataúba

João Alfredo

Jucati

Jupi

Jurema

Lagoa do Ouro

Lajedo

Limoeiro

Orobó

Panelas

Passira

Paranatama

Pedra

Pesqueira

Poção

Riacho das Almas

Sairé

Salgadinho

Saloá

Sanharó

Santa Cruz do Capibaribe

Santa Maria do Cambucá

São Bento do Una

São Caetano

São João

São Joaquim do Monte

São Vicente Férrer

Surubim

Tacaimbó

Taquaritinga do Norte

Terezinha

Toritama

Tupanatinga

Venturosa

Vertente do Lério

Vertentes

Fonte: Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prêmio Lucilo Ávila Pessoa de Educação premiará experiência pedagógica criativa

Parte da programação do XVIII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, premiação está com inscrições abertas Com o objetivo de amp...