terça-feira, 22 de março de 2022

História de Garanhuns

Década de 1950 - Vista aérea da Praça da Bandeira (Mons. Adelmar da Mota Valença), Avenida Dantas Barreto, Colégio Diocesano, Mosteiro de São Bento e Estação Ferroviária de Garanhuns
INAUGURAÇÃO DA PRAÇA DA BANDEIRA (ATUAL PRAÇA MONS. ADELMAR DA MOTA VALENÇA - Terça -feira, 08 de Junho de 1943, às 15 horas).

Discurso do aluno Edvaldo Araújo em agradecimento ao prefeito Celso Galvão, pela construção da Praça da Bandeira, na noite da quinta-feira, 10 de junho de 1943 na sede da Prefeitura Municipal de Garanhuns.

Revmo. Padre Diretor do Ginásio, Snrs. Professores. Exmas. Autoridades. Senhores, Senhoras, colegas:

Acabaram de soar em nossos ouvidos e, mais do que em nossos ouvidos, em nossos corações de brasileiros, as notas harmoniosas deste hino tão belo que, deu entusiasmo e patriotismo, a uns faz sorrir, outros, chorar, a outros, estremecer, a todos comover. É o hino da nossa pátria! Sejam as notas deste hino brasileiro, o prelúdio das homenagens que queremos prestar ao Dr. Celso Galvão, digno Prefeito deste município. Saudamos com o hino brasileiro, a um brasileiro digno deste nome.

Ilmo. Sr. Prefeito:

Quando há dois dias passados, inauguramos aquela tão mimosa Praça da Bandeira, eis receber de nós as nossas homenagens. Se não o fizemos, foi porque nós não deixamos influenciar pela alegria contagiante, daquela multidão que lá estava e, assim contagiados, esquecemos tudo aquilo que havíamos projetado e ensaiado para nossa homenagem. Não supriremos, porém. O Ginásio não suprime jamais as grandes coisas, porque está sempre pronto para as causas nobres, para as empresas grandes, para tudo o que é patriótico, para tudo o que é disciplina, para tudo que é prudente, para tudo o que é disciplina, para tudo  o que é cristão.

Está aqui o Ginásio, dando uma demonstração pública do seu civismo, da sua nobreza. Do seu civismo, pois homenageamos uma autoridade que tanto tem concorrido para o engrandecimento do Brasil, da sua nobreza, pois é também uma homenagem de gratidão. Há cinco anos e meio, o Ilmo. Sr. Prefeito, a vossa vida se misturou com a vida de Garanhuns. E Garanhuns tem sido o vosso grande e único ideal. E sempre que um homem se deixa empolgar-se por um ideal, esse homem faz prodígios como os que aqui tendes feito.

Outro que não possuísse a vossa fibra, teria desanimado diante das incompreensões, das censuras, da má vontade de muitos. Mas o vosso heroísmo, o vosso ânimo forte, a vossa persistência, a vossa perseverança, a vossa dedicação por Garanhuns, à todos venceu. O vosso nome aqui se imortalizou. Cinquenta anos de trabalhos e de sacrifícios seriam precisos para tantas realizações e vós a fizestes em cinco anos apenas e, coisa grandiosa, deixando, apesar disso, em condição invejável, as finanças do vosso município.

Não precisamos enumerar as vossas realizações, elas ai estão ante os nosso olhos. E é sempre com incontida vaidade que nós às mostramos aos forasteiros, para que eles conheçam quanto vale Garanhuns, comparada a outras cidades. Uma, porém, queremos, particularmente, frisar: a Praça da Bandeira. Consideramos como uma das maiores das vossas realizações.

Ela lá está, à frente do nosso querido Ginásio. Aquela Praça, outrora praça da lama e da escuridão, é hoje a Praça da Bandeira, jardim de flores à frente desse outro jardim de flores que é o Ginásio desta cidade, porque providencialmente, se chama Ginásio de Garanhuns! Jardim das Flores e o Ginásio, sim, porque lá se cultivam as perfumosas flores da Fé, da Ciência, e do Patriotismo. E o que fizeste ao Ginásio, a Garanhuns o fizestes, pois lá se abrigam o que Garanhuns tem de melhor, de mais famoso que são suas crianças.

Mas Ilmo. Sr. Prefeito, bem sabemos, ainda não estais satisfeito com tudo que realizastes em vosso governo. Quereis mais ainda. Este Palácio, os vossos jardins, todas as realizações, não vos contentam, milhares de projetos em vossa mente, anseiam por se tornar em realidade. Sois homem de ação, é claro! E o que o Brasil pede a seus filhos, não são palavras, não são gritos de viva e morra, pede só isto - Ação! E isso você tem dado. Com vosso amor por Garanhuns, tornaste-a conhecida, falada, procurada e, para aqui, vem todos como quem vem para o paraíso da terra. Proporcionastes a Garanhuns com as solenidades de anteontem, a grande honra da visita de altos vultos de nossa Pátria e, a todos nós, as alegrias daquelas festas, alegrias que se  mostravam em cada fisionomia, em cada lábio. Foi vosso amor por Garanhuns que nos proporcionou o gozo de vermos sempre esses nossos céus cortados pelas asas de aviões brasileiros, que aqui descem como que atraídos pela  beleza desta terra. Deus vos conserve aqui. Dias de amargura não vos de faltar. As agruras da ingratidão e da incompreensão humana serão muitas  vezes o condimento do vosso pão! Mas isso não vos abaterá, como, de outras vezes, não vos abateu. O sucesso dos vossos empreendimentos é uma grande prova de que, convosco, estão as bênçãos de Deus para os vossos empreendimentos, nós, com nosso espírito cristão, o sabemos: São os vossos exemplos de respeito à igreja, de acatamento aos sacerdotes, reconhecendo neles, não só os ministros do bom Deus, mas também os continuadores da obra de  todos aqueles sacerdotes que construíram e constroem o Brasil desde a sua fundação. São estas, Ilmo. Snr. Prefeito, as nossas homenagens. Homenagens, também desta cidade, encabeçadas, é claro, pelo Ginásio, porque, aqui em Garanhuns, é ele o "Alto  Padrão de Civismo e de Glória".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...