terça-feira, 22 de março de 2022

História de Garanhuns

Padre Expedito no Congresso Eucarístico em Licânia - CE
Dom Expedito Lopes 5º Bispo de Garanhuns: Expedito Lopes - Sacerdote em sua terra natal Sobral - Ceará. 

Padre Francisco Expedito Lopes volta para exercer o seu ministério na cidade onde tudo começara, em Sobral - CE, sua "terra natal", agora com 27 anos, com todos os estudos concluídos, doutor em  Direito Canônico, sob o pastoreio de seu Bispo Dom José Tupynambá da Frota.

Em Sobral, em 1942, assume as seguintes responsabilidades: Secretário do Bispado, que hoje chama-se "Chanceler da Cúria", cargo em que colocava em prática sua  formação em Direito Canônico, redigindo os documentos da  Diocese e fazendo os despachos da Cúria Diocesana, como dispensas, nomeações, provisões, licenças, delegações, as  comunicações com a Santa Sé. Tudo isso é redigido e despachado pelo Chanceler. E isto tudo ele fazia com precisão porque era bom "latinista" E e naquele tempo todos estes documentos eram redigidos em latim. Para Roma principalmente. De lá não vinha e para lá não ia nada não fosse num bom latim. Isto ele fazia com esmero e perfeição.

Padre Expedito era também professor do Seminário. Dava aulas de Italiano para algumas turmas. Dava aulas sobre a Ação Católica que estava começando e chegando ao Brasil naqueles tempos. Dom Francisco Austragésilo de Afogados da Ingazeira disse que foi aluno de Pe. Expedito e que a disciplina era "Ação Católica". Ele era assistente espiritual da Ação Católica e ele mesmo dava essa disciplina, preparando os futuros padres para assistentes desse movimento que foi tão forte e tão importante no Brasil, principalmente nas décadas de 50 e 60, e nos anos da "Revolução e  Ditadura Militar".

O movimento se dividia em: JAC, JEC, JIC, JOC e JUC, respectivamente Juventude Agrária, Estudantil, Independente, Operária e Universitária. O Padre Expedito era assistente da  Juventude Estudantil Católica que estava sendo implantada em  Sobral, naquela época e  era muito forte especialmente no Colégio Sant'Ana, porque era o maior centro de Juventude de Sobral naquele tempo. Padre Expedito era capelão do Colégio Sant'Ana e também da Igreja do Coração de Jesus na periferia de Sobral. Cada Padre que trabalhava no Seminário, quer como reitor, quer como professor ou  diretor espiritual e formador, tinha também um trabalho nas pastorais ajudando os que eram párocos.

Já que ele era professor também do Colégio Sant'Ana, pedia ajuda a suas alunas para a catequese da Igreja do  Coração de Jesus, para onde ele ia e elas também, nos finais de semana, em que não havia atividades no Colégio nem no Seminário. Foi também o primeiro auxiliar da Paróquia da Sé.

Padre Expedito, incansável e abnegado apóstolo, dotado de uma terníssima devoção à Mãe de Jesus, a quem chamava sempre" Minha querida Mãe do Céu", muito fez pela Diocese. Fundou o Movimento de Ação Católica, como já foi mencionado, incentivou o surgimento de Vocações Sacerdotais e Religiosas, acompanhando, durante um ano, com entusiasmo admirável e dedicação ímpar os primeiros passos  das jovens discípulas que, contagiadas pelo seu grande ardor missionário, se dispuseram a batalhar pela causa de Cristo. Fundou ainda no Colégio Santa'Ana, a Pia União das Filhas de Maria, o Apostolado da Oração e a Obra das Vocações Sacerdotais. Foi muito procurado para pregar retiros espirituais.

Grande incentivador da devoção mariana, celebrava com muito entusiasmo e piedade o mês de Maio. Era um homem de  muita dedicação ao Reino. Alimentava sua fé primeiramente com o  culto à Eucaristia e muita devoção à Maria. E era exemplar como padre. Celebrava suas missas com muita unção e devoção. "Ele ia a  pé do Seminário ao Colégio Sant'Ana, do Seminário para a Cúria e  do Seminário à Igreja do Coração de Jesus. Era longe. Ele celebrava no Colégio Sant'Ana, às seis horas da manhã. Saía cedo. Nunca atrasava. Saía a pé às cinco. Lá ia ele cumpridor do dever. Levantava muito cedo para ter tempo de rezar, de celebrar a Eucaristia".

"Aos domingos à tarde se dirigia para o bairro do  Sagrado Coração de Jesus e ali, ao lado da Igreja mesmo, dava aulas de catecismo aos operários que de início, eram pouco numerosos, porém, dentro de pouco tempo começaram a se reunir ali para uma  espécie de bate-papo, que não era outra coisa senão uma maneira inteligente de incutir a doutrina naquela gente humilde".

Tudo isto despertou nas jovens o espírito de  missionariedade que as levou a fazer catequese nos Colégios Públicos, nos Hospitais. Mas, com tristeza e  saudade, estas jovens viram partir o grande Missionário, para outra Região, após sete anos que o tiveram como capelão e um ano como Assistente Eclesiástico da JEC. Padre Expedito, dada as grandes virtudes com que Nosso Senhor o quis cumular, subiu à culminância Sacerdotal: ei-lo transformado em um "Bom Pastor". Foi chamado para ser o 1º Bispo da nova Diocese de Oeiras - Piauí. (Fonte: Dom Francisco Expedito Lopes - Bispo Mártir de Garanhuns. Organizadoras: Irmãs Cândida Araújo Correia, Maria Mirtes de Araújo Corrêa e Terezinha Araújo Corrêa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivo Amaral - O Senhor do Festival

Ao completar 88 anos Ivo Amaral continua sendo uma das maiores referências política e cidadã do  Agreste Meridional. Sim, se Garanhuns compo...