quinta-feira, 17 de março de 2022

História de Garanhuns

Antônio Alves Vilela - Vizinho de Tavares Correia na Rua do Recife, proprietário de uma serraria na Rua do Jatobá, com especialidade na confecção de móveis - mesas, cadeiras, guarda-roupas e material de construção de casas. No lar a esposa Isabel e a meninada que estava a surgir na década de 1930. Tem-se - Adalberto, durante vários anos, fabricando vinho de jurubeba, casado com Alzira Brito; Alba casada com Nelson Lopes, Aldira matrimoniou-se com Pedro Inácio de Melo, Arnaldo tendo por esposa Benemérita de Barros, Aurides cuja esposa foi Iolanda Maria (Fonte: Os Aldeões de Garanhuns | Alberto da Silva Rêgo | 1987).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Coração de Neon" é aclamado pela crítica em Cannes como o "novo cinema popular brasileiro"

A presença do filme “Coração de Neon” em Cannes, na França, pode estar abrindo uma nova fase do cinema brasileiro. A produção curitibana aca...