sexta-feira, 1 de abril de 2022

Abril amarelo: campanha do HCP alerta para os perigos do câncer ósseo


O câncer ósseo é considerado uma doença rara, correspondendo a não mais que 2% do total de todos os tipos de cânceres diagnosticados, mas que pode ser extremamente agressivo e com alto índice de mortalidade. Por essa razão, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) lança, em mais um ano, a campanha Abril Amarelo, desenvolvida pela própria instituição para conscientizar a todos e disseminar informações importantes relacionadas à doença.

Criada pelo departamento de ortopedia do HCP, a campanha faz um alerta sobre esse câncer que atinge principalmente crianças, adolescentes e idosos, e não pode ser prevenida, sendo o diagnóstico precoce a melhor forma de garantir a qualidade de vida do paciente e até a cura.

O câncer ósseo é um tumor maligno que acomete qualquer parte do osso, na maioria dos casos os ossos longos, como braços, coluna, coxa e bacia. Esse acometimento pode ocorrer diretamente no osso, chamado de tumor ósseo primário, ou através de uma metástase, chamado de tumor ósseo secundário. Geralmente, os tumores ósseos se localizam com mais predileção ao redor do joelho. “Entre os tumores primários, o osteossarcoma, o sarcoma de Ewing e o condrossarcoma são os mais comuns. Os dois primeiros, mais agressivos, são encontrados em crianças e adolescentes, especialmente na área ao redor do joelho. O condrossarcoma, por sua vez, é comum em adultos e costuma atingir a área da bacia. Adultos e idosos, no entanto, são mais acometidos por tumores metastáticos, ou seja, que são oriundos de outros tipos de câncer”, diz o Dr. Marcelo Souza, ortopedista do serviço de ortopedia oncológica do HCP.

Diferente de outros tumores malignos, não existe prevenção para o câncer ósseo ou exames de rastreamento.

“O que existe é a necessidade de, uma vez surgindo uma suspeita de um tumor ósseo, o paciente seja encaminhado o mais rápido possível para um centro de referência e assim ser realizado o diagnóstico precoce. Só o diagnóstico precoce pode salvar vidas e também evitar que um membro afetado por esse câncer seja amputado”, explica o especialista.

Em Pernambuco, o HCP é referência no atendimento e tratamento do câncer ósseo. A campanha também reforça que é preciso ficar atento aos sintomas como a dor intensa, principalmente à noite ou ao se mexer; inchaço nas articulações, com presença de nódulos; ossos que se quebram facilmente, febre, perda de peso sem razão aparente e cansaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa mapeia situação de controle interno dos municípios brasileiros

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) lançou, nessa segunda-feira (27), o “Diagnóstico dos Controles Internos...