terça-feira, 26 de abril de 2022

Lúcio Mário Pereira dos Santos

Glorinha Tenório

O homem moderno, empreendedor, luta porque existe luta na vaidade de vencer, de ser compreendido e se compreender.

Assim são os reveses da vida, pelo ideal, pela subsistência, pelo amor ao próximo.

Em trinta de setembro de 1939, nascia  o menino Lúcio Mário, pernambucano, destinado ao trabalho de gerência. Estudou e começou a trabalhar como produtor na Rádio Difusora de Limoeiro, sua terra natal, em fevereiro de 1957. O seu trabalho, a sua caminhada creio satisfatória, porque permaneceu na Empresa, ao longo de 26 anos.

Casado com a jovem Sra. Betânia Carolina Basílio dos Santos, sua conterrânea. Ali, nasceram seus três filhos: - Iasnaia Maria,  Augusto César e Tatiana Maria.

Em maio de 1974, foi transferido para assumir a função de gerente da Rádio Difusora de Garanhuns, a cidade de sua  4ª filha Taciana Carolina, que, aqui nasceu.

Assim servindo a Garanhuns, permaneceu um decênio, a frente da Rádio Pioneira. Foi lá que o conheci.

Ele de Limoeiro, naturalizado no Agreste Meridional, servindo uma comunidade de gente civilizada. Gerente, de uma  respectividade extraordinária, condizente com a  Empresa renomada, como a Jornal do Comércio.

Na educação como técnica, encontrei apoio, beneficiando não só a Garanhuns, mas toda uma região, através do setor de comunicação, nas diversas atividades que promovemos através do educando.

Um certo dia, dialogando com o homenageado, ouvia o seu sentimentalismo, a razão de sua saída de Empresa Jornal do Comércio, fora puramente perseguição política.

É lamentável que isto aconteça.

Os grandes homens, deviam ser mais coerentes, usando de uma semântica empreendedora, mais comprometida com a razão e o coração.

Desejando dar expansão ao meu pensamento, porque já o fizera, através do  Jornal Magistério do Bom Conselho, fui surpreendida na redação do O Monitor, encontrando o Sr. Lúcio Mário, dirigindo os seus trabalhos. No entanto sabia de sua capacidade de atendimento, em qualquer Empresa que o encontrasse.

Isto é gratificante e dignifica o homem em toda sua história.

Formado em Administração de Empresas, o Sr. Lúcio Mário, está radicado na  Cidade das Flores há 15 anos, trabalhando com dinamismo, ao lado de suas equipes, promovendo uma Garanhuns mais  digna, mais amiga, mais comunicativa.

Que os homens de imprensa falada e escrita deem as mãos, assim como, os homens políticos, numa demonstração de altruísmo, de receptividade, ao homem de  Limoeiro, que na sua abnegação e no silêncio respeitoso do seu trabalho e do seu  lar, abraça sua neta, a esperança de ver o progresso da sua família, como também, na cidade que lhe abraçou a tanto tempo.

A receptividade é a arma potente do homem civilizado. E isto encontro no Sr. Lúcio Mário, a frente das duas Empresas que trabalho. Que em 1989, o grande Homem do  universo, ilumine outros homens, para que ele continue desfrutando da caminhadas tão dignas, promovendo a cidade do turismo.

Que Garanhuns, promovida por milhares de pernambucanos, continue olhando a nossa face, o nosso comportamento, somando lutas e ideias, voltando ao seu  passado de esplendor e indo ao encontro de um Garanhuns novo, empreendedor e  salutar.

Que os homens ilustres, encontrem a  paz e o homenageado, para uma reflexão  - Ele que pertence a história de Garanhuns.

Os homens transformam o mundo e  os próprios homens, com dignidade e justiça.

Dando as mãos, Jesus encontrou o  mistério da vida, ao renascer da esperança.

Seja receptivo!

*Crônica transcrita do Jornal O Monitor de 31 de dezembro de 1988.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa mapeia situação de controle interno dos municípios brasileiros

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) lançou, nessa segunda-feira (27), o “Diagnóstico dos Controles Internos...