segunda-feira, 18 de abril de 2022

Meu espelho

Aldemar Alves de Almeida

Já cansado em busca de um novo amor

Depois de tanto caminhar perdido

Eu encontrei o meu rosto refletido

Dentro desse teu olhar acolhedor.

E nesse espelho não vi mais a minha dor

Quando olhei para teus olhos e vi os meus

Fiquei pedindo pelo amor que tenho a Deus

Que teu olhar seja o fim de uma estrada

Que não me deixe fazer outra caminhada

Sem me guiar pela luz dos olhos teus.

Garanhuns/PE - 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivo Amaral - O Senhor do Festival

Ao completar 88 anos Ivo Amaral continua sendo uma das maiores referências política e cidadã do  Agreste Meridional. Sim, se Garanhuns compo...