terça-feira, 26 de abril de 2022

Nostalgia

Firmo de Santana

Tudo nos dá saudade nesta vida:
O sol no ocaso, a tarde que morreu...
Uma amizade que nos deu guarida
Quando nossa esperança feneceu...

A mocidade rosicler, querida,
Que a eterna ação do TEMPO envelheceu...
De Madalena a lágrima sentida,
Quando, feliz, o MESTRE a converteu.

Tudo nós dá saudade nesta vida,
Desde a divina origem do UNIVERSO,
À imagem ideal de um pulcro verso.

Nostalgia... qualquer coisa do passado
Que evocamos feliz: um afeto, Aída
De Verdi ou Jesus transfigurado.
Garanhuns, 05 de Agosto de 1978.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Em 1935 Lampião leva pânico aos moradores de Garanhuns

Noites de inquietação e pavor de 26 de maio  a 1º de junho, em Garanhuns, com as notícias de Lampião nas proximidades. De fato, no dia 29 de...