sexta-feira, 22 de abril de 2022

Ofício de entardecer


Waldimir Maia Leite

Sou homem que entardece.

Entardecerei sempre,

até chegar a minha noite.

(Noite pessoal e íntima,

ela irá abrigar um homem que

lutou sempre entre o Bem e o Mal).


No ofício de entardecer

elaboro a minha noite.

(Ah! não ser o Fausto que vendeu

a alma em pacto com o Mal!

Ter em meus braços, porém,

a Margarida que era o Bem derrotado!).

Outubro de 1976.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...