terça-feira, 10 de maio de 2022

O novo dia

 
João Marques

Amanhã dia da espera

renasço como o sol

cedo de renovação

canto com a garganta

dos passarinhos livres

assobio eu caminhante

me faço as flores

os toques leves das cores

a vestimenta fina dos ares

amanhã eu e os montes

novos todos os montes

vou que sou águas do rio

o mato e o céu azul

o silêncio alvo das pedras

ondas e praias do mar

amanhã de novo

que sou chegada a espera.

Garanhuns, Maio de 2022.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adelmo Arcoverde lança o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”

O professor pernambucano Adelmo Arcoverde lança, quinta-feira (26), às 16h, o livro “Viola do Nordeste – Da Cantoria A Viola Progressista”, ...