quarta-feira, 25 de maio de 2022

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022


A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de Inverno de Garanhuns. Ao todo, 1.599 propostas de artistas e grupos culturais foram habilitadas para compor a programação, divididas nas seguintes linguagens: Artes Visuais (25), Audiovisual (54), Circo (73), Cultura Popular (331), Dança (50), Design e Moda (21), Fotografia (24), Gastronomia (4), Literatura (51), Música (827), Patrimônio Cultural (18), Patrimônios Vivos (31) e Teatro (90). Clique AQUI e confira o resultado.

O FIG é promovido pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, e conta com parceria da Prefeitura de Garanhuns e Sesc-PE e Companhia Editora de Pernambuco (Cepe).

De acordo com o edital de convocatória, foram consideradas classificadas as propostas que obtiverem a pontuação mínima de 20 pontos. A análise artístico-cultural foi feita por comissões constituídas de profissionais com experiência comprovada em suas áreas de atuação, que avaliaram as propostas de acordo com critérios e aspectos norteadores previstos no edital.

“Estamos garantindo que o FIG seja um território livre para fruição da nossa diversidade, da liberdade criativa e de todas as vivências artísticas e culturais, expressão da nossa própria identidade como povo”, defende Oscar Barreto, secretário Estadual de Cultura.

De acordo com Severino Pessoa, presidente da Fundarpe, “o Governo de Pernambuco segue empenhado em construir uma programação artística democrática, onde caibam todas as nossas expressões, abrindo espaço para a novidade sem perder de vista a valorização das tradições populares”.

Vale destacar que as propostas classificadas na Análise Artístico-Cultural não têm necessariamente sua contratação assegurada na programação do 30º FIG, ficando condicionada aos perfis dos espaços, viabilidade técnica, disponibilidade de agenda e ao orçamento destinado ao evento, bem como aos protocolos de enfrentamento da pandemia de Covid-19 vigentes à época, definidos pelas autoridades de saúde do Estado.

Fonte: Secult/PE

Foro: Elimar Caranguejo/Secult-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Em 1935 Lampião leva pânico aos moradores de Garanhuns

Noites de inquietação e pavor de 26 de maio  a 1º de junho, em Garanhuns, com as notícias de Lampião nas proximidades. De fato, no dia 29 de...