quarta-feira, 4 de maio de 2022

Voltei por que te amo Garanhuns

Antonio Inácio Rodrigues

Volto a minha casa

Volto em busca da Paz

Que a tanto tempo eu perdi

Hoje eu sei que o mundo me enganou

Foi mais uma lição que aprendi

Retorno ao Meu Lar

Venho tentar recuperar

Tudo, tudo quanto o mundo me negou

Volto pela tua e a minha vida

Volto para sorrir e te fazer cantar

Volto para te dizer que lá fora

Tudo enclausurou meu coração

Volto para ti, porque te amo e porque

E porque muito te quero

Volto para tuas carícias

Pois preciso do teu amor

Preciso de alguém em que possa confiar

Preciso de alguém que me ame e que me faça amar

E que todo esse amor, nunca acabe

E que me faça sofrer, jamais

Porque tu és minha Rosa dos Ventos

Tu és a bússola que guias os meus passos

Em ti mora o meu talento, em ti reside o meu fracasso

Deixe-me ficar em tuas mãos

Quero adormecer em teus traços

Vim entregar-te meu coração

Voltei prá te sentir, e desejar, e te amar

Porque muito te quero e te amo, GARANHUNS.

Garanhuns, 15 de Setembro de 1979.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secult-PE/Fundarpe divulga resultado final das propostas classificadas do FIG 2022

A Secult-PE e a Fundarpe divulgam o resultado final das propostas classificadas na análise de mérito artístico-cultural do 30º Festival de I...