segunda-feira, 20 de junho de 2022

Pernambuco ganha faculdade de referência em cursos de pós-graduação médica, com atendimento gratuito à população

Maior polo médico do Norte e Nordeste, com grande concentração de hospitais, clínicas e centros de diagnósticos, o Recife recebe a mais nova unidade do Instituto de Pesquisa e Ensino Médico (IPEMED). Integrante do Grupo Afya, maior ecossistema de educação médica e healthtechs do Brasil, o instituto está presente em 11 capitais brasileiras. Em Pernambuco, a companhia também está à frente da Faculdade de Medicina de Garanhuns (FAMEG). Agora, a expectativa é oferecer educação continuada para médicos do interior do Estado, com foco especial para o Agreste.

O IPEMED Recife oferece educação continuada para médicos nas áreas de dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, geriatria, nutrologia, reumatologia e psiquiatria, com previsão de mais três novas pós-graduações até o fim deste ano. O instituto iniciou as atividades ano passado, mas a inauguração oficial do espaço acontece no próximo dia 29 de junho.

Diretor de educação continuada do IPEMED, André Raeli está otimista com a desembarque na capital pernambucana. “Pernambuco é um centro de referência na área médica, por isso trouxemos o que há de mais inovador, com metodologias diferenciadas e infraestrutura de ponta para oferecer cursos e especializações médicas de excelência”, explica.

Situado na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, o instituto ocupa uma área de 3 mil m². Com aporte de R$ 2 milhões, a nova sede conta com 23 ambulatórios para atendimento à população, dez salas de aula, sala de procedimentos, área de alimentação e descompressão, auditório e rooftop.

A pós-graduação é realizada em módulos presenciais, com aulas um final de semana por mês. A unidade do Recife já recebe alunos da Região Metropolitana, interior e de estados vizinhos, como Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte. Também há alunos de outras regiões, como do Tocantins e do Pará. “Nossa meta é gerar um impacto social relevante e formar médicos que possam prestar atendimentos especializados à população. Estima-se hoje que cerca de 40% dos médicos são generalistas, o que se reflete na escassez de profissionais especializados em alguns municípios”, explica Raeli. Com a chegada da nova sede no Recife, a meta é minimizar esse desequilíbrio.

No Brasil, o IPEMED tem unidades em Fortaleza, Salvador, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília e Manaus. Os médicos encontram cursos com certificação lato sensu, além de formatos de curta duração, aperfeiçoamento e fellowships.

ATENDIMENTOS PELO SUS

Com objetivo de viabilizar atendimento qualificado e especializado para a população, o IPEMED firmou parceria com 13 municípios pernambucanos e recebe pacientes para serem atendidos por médicos pós-graduandos que atendem a especialidades com alta demanda e uma longa fila de espera no Sistema Público de Saúde (SUS).

A sede no Recife atende pacientes de Jaboatão dos Guararapes, Itaquitinga, São Vicente Ferrer, Itamaracá, Bodocó, Belo Jardim, Macaparana, Alagoinhas, Araçoiaba, Passira, Amaraji, Sanharó, Lagoa do Carro, Lagoa do Ouro e Tracunhaém. 

O atendimento é gratuito e acontece a partir de convênios firmados com as secretarias municipais de saúde. A faculdade também realiza agendamento de consulta pelo WhatsApp (81) 98593-1162, mas para isso o paciente precisa ter o encaminhamento médico. O atendimento é sempre às sextas e sábados. Mais de 3 mil pessoas já foram atendidas pelos alunos do instituto.

A diretora do IPEMED Recife, Viviane Ferrão, destaca que o papel do instituto é preparar os médicos por meio de cursos de pós-graduação altamente qualificados e da prática intensiva. “Nosso objetivo é apoiar as prefeituras com os atendimentos dos médicos pós-graduandos, cobrindo parte da demanda que não é absorvida pelo SUS. As parcerias firmadas pela faculdade com as prefeituras se tornam uma alternativa para o atendimento gratuito em saúde. Neste modelo, todos ganham: prefeitura, população e os nossos estudantes”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa mapeia situação de controle interno dos municípios brasileiros

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) lançou, nessa segunda-feira (27), o “Diagnóstico dos Controles Internos...