sábado, 23 de julho de 2022

Saudações de julho


João Marques | Garanhuns

Como chove e escorre alegria nessas ladeiras, que remoçam e revivem todos os sonhos do passado! Sonharam os anos, de todas as estações nessas ruas e nessas praças desabrochando flores. Sonharam com o sonho do futuro, e ele chega em julho, cheio de gente alegre, pelo encanto de viver. As flores, festivas, embelezam a terra; os cantos os céus... e uma noiva, que casa com o futuro, passeia, alva de névoa, pelos montes, e se desdobra em 7 colinas pelos céus da cidade. E eu, de cá, das centenas de anos de sonho, abro os braços abrangentes e infinitos de poeta, e expresso as minhas saudações festivernanhuenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O alfaiate de Garanhuns

João Marques* Luiz Gonzaga cantava uma música que dizia "Sou alfaiate do primeiro ano / Pego na tesoura e vou cortando o pano". Is...